Ceramistas do Alto do Moura estão no Fig

Os artistas caruaruenses Humberto Botão, Família Zé Caboclo e Geysiane Ingrid foram selecionados para compor o Pavilhão de Artesanato no 29º Festival de Inverno de Garanhuns (Fig). O espaço começou a funcionar na última sexta-feira (19) e é um dos mais concorridos naquele que é considerado o maior evento artístico do país, que este ano rende-se ao talento Jackson do Pandeiro, no ano do seu centenário, e presta uma justa homenagem ao artista.

O objetivo é oferecer ao público uma mostra do artesanato de Pernambuco e promover a comercialização dos produtos dos artesãos diretamente com os visitantes.

Para ocupar o Pavilhão do Artesanato, localizado no Parque Euclides Dourado, a Fundarpe selecionou, através de curadoria, 70 propostas nas categorias Arte Popular, Artesanato Tradicional, Artesanato Não Tradicional, Manufatura Artesanal e Artesanato Contemporâneo-Conceitual.

O estreante na programação, ceramista Humberto Botão, não esconde a satisfação de participar do consolidado evento. “É uma honra representar Caruaru num festival tão importante quanto o Fig. O Alto do Moura tem uma produção de cerâmica muito diversa, que passeia do artesanato tradicional ao conceitual. Esta é uma oportunidade de fortalecer nosso nome enquanto artista, mas, sobretudo, de disseminar a produção artística local”, ressaltou o artista.

A artesã Socorro Rodrigues, que representa a Família Zé Caboclo, disse que o evento é um momento importante para o segmento da cultural em geral. “Temos a certeza do acolhimento e do comparecimento das pessoas no Fig. É um prazer integrar esse projeto, especialmente por poder levar o nome da minha gente, que é a Família Zé Caboclo”, comentou a filha do já falecido artesão Zé Caboclo.

A exposição segue até o próximo sábado (27), com entrada gratuita. Os ceramistas recebem apoio da Prefeitura de Caruaru, que disponibilizou o transporte das peças e equipamentos para o festival.

Jogos pelos Brasileirões

Pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o Sport duela com o Brasil de Pelotas, nesta segunda-feira (22), a partir das 20h, na Ilha do Retiro. No seu último compromisso, o Leão acabou cedendo o empate para o Cuiabá, em partida que terminou 1 a 1 e foi realizada na segunda-feira (15), na Arena Pantanal. Já pelo complemento da 13ª rodada da Série C, o Náutico mede forças com o Treze da Paraíba, neste domingo (21), a partir das 18h, no Estádio dos Aflitos. Com a vitória sobre o Ferroviário do Ceará por 1 a 0, na segunda-feira passada, no Castelão, o Timbu conseguiu se aproximar novamente do G4 somando atualmente 18 pontos.

Sábado é dia de fazer uma viagem gastronômica no Asala Lounge

Não deixem de conhecer o Asala Lounge! O espaço oferece cozinha inspirada em pratos que são apreciados no Brasil e no mundo, com bases nas gastronomias, além da brasileira, da francesa, italiana e espanhola, bem como ingredientes de qualidade. No cardápio, carnes ao forno, frangos, magret de pato, picanha de cordeiro uruguaio, pescados com massas ou risotos, além de filés com diferentes combinações de molhos, entre outros.

As entradas também são de diferentes origens e são deliciosas, assim como as sobremesas caseiras.

No Asala, você faz uma viagem gastronômica pelo mundo, sem precisar sair daqui!

Vá conferir no almoço, durante toda a tarde, ou no jantar!

O Asala funciona na Avenida Marcionilo Francisco, na esquina com a Rodrigues de Abreu, no Bairro Maurício de Nassau. De segunda a quinta-feira, está aberto do meio-dia às 22h30.

Tea completa 57 anos de fundação

Jaciara Fernandes

A arte cênica pernambucana está em festa, especialmente os artistas de Caruaru. O Teatro Experimental de Arte completou 57 anos de atividades ininterruptas na última terça-feira (16), mas as comemorações acontecem neste sábado (20), com programação, a partir das 20h, no Teatro Lício Neves. Ao longo dessas quase seis décadas, o hoje reconhecido Ponte de Cultura, desenvolveu um papel fundamental, no que se refere a revelar talentos e aperfeiçoando atores e técnicos, mantendo viva o amor pela arte teatral na cidade, considerada um celeiro de artistas.

A programação de aniversário terá início às 20h, no Teatro Lício Neves, sede do Tea, palco por onde passaram inúmeros atores que compõem atualmente a cena artística de Caruaru. O evento contará com a apresentação dos alunos que participaram do 1º módulo da oficina do Curso de Iniciação Teatral (CIT), que acontece todos os anos, durante o período letivo. A iniciativa é mantida de forma ininterrupta e gratuita, tendo como público alvo os jovens. A coordenação é de Fábio Pascoal e de Arary Marrocos, sendo ministrado pelos ex-alunos José Carlos, Pedro Henrique e Jackson Freire. Inclusive, as oficinas acontecem desde a fundação do Tea, surgindo a ideia da criação do Festival de Teatro do Agreste (Feteag).

Foi com a perspectiva do aprendizado constante que surgiu, em 16 de julho de 1962, o Tea reunindo amigos, quase todos egressos do Teatro de Amadores de Caruaru (Tac). “A proposta era modernizar o fazer teatral em sintonia com o desenvolvimento da arte cênica no Brasil e no mundo, pois, até então, o teatro praticado na cidade era quase que restrito a decorar textos, algumas marcas e a subir ao palco”, lembrou Arary Marrocos, uma das fundadoras e atual diretora do Tea.

Ainda, segundo ela, era preciso mais e, principalmente, aproveitar a sede de aprendizado da juventude naquele momento, seguindo os ares de renovação que trouxe à cidade, o Festival Universitário Nacional.

Com a colaboração do crítico, ator e pesquisador teatral caruaruense, Joel Pontes, foi estabelecido o vínculo entre o Agreste e o Recife e, através dele, professores da Capital passaram a ministrar oficinas gratuitas para os membros do Tea. “Eram aulas de interpretação, teoria vocal, maquiagem e história do teatro. Essa iniciativa possibilitou com que o grupo tivesse contato com artistas já reconhecidos, a exemplo de Heleno Lopes, Clênio Wanderley, Isaac Gondim Filho e o próprio Joel Pontes”, contou Arary. Foram necessários dois anos e meio para que os fundadores do Tea pudessem se preparar para, em seguida, começarem, eles mesmos, a passar o conhecimento aos novos integrantes.

HISTÓRIA

Com mais de 50 espetáculos já produzidos, o grupo já contou com a participação de artistas de destaque no Estado, a exemplo do poeta Dila e o ceramista Manoel Galdino, além de presença constante em diversos festivais e mostras de teatro de várias cidades pernambucanas e em outros estados do Nordeste. Entre os anos de 1967 a 1979, o elenco do teatro teve destaque na participação do espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, em Brejo da Madre de Deus. O grande nome do Tea foi o teatrólogo Argemiro Pascoal, falecido em agosto de 2012, deixando bastante saudades em toda categoria.

Investimento na base passa a ser prioridade no Central

Wagner Gil

Com o objetivo de investir no seu próprio futuro, o Central está mirando na base tanto é que realizou, esta semana, uma série de anúncios ligados às categorias de base. Um deles correspondeu à parceria com o treinador de jovens atletas Heleno Nascimento, mais conhecido no meio do futebol local como “Pastor”. O treinador é reconhecido pelo seu excelente trabalho nas categorias de base da região e agora vai realizar atividades conjuntas com a Patativa do Agreste.

O presidente do Conselho Deliberativo, Márcio Porto, falou sobre o assunto. “É o Central valorizando os atletas desde cedo. Com planejamento e investindo em categorias de base, teremos um futuro melhor”, disse o cartola.

Este ano, em que completou 100 anos, o Central decepcionou sua torcida em duas oportunidades: foi eliminado de forma precoce do Estadual e não conseguiu defender seu vice-campeonato. Na Série D, o Central conseguiu vencer a primeira partida do mata-mata por 2 a 0, mas levou a virada no jogo da volta. “Investindo na base teremos mais gordura e um time mais estruturado”, disse Porto.

Dentro desse pensamento, na semana passada, a Patativa realizou um peneirão com jovens atletas da região. De acordo com o diretor Eriberto Souza, o resultado foi fantástico. “A marca do Central é muito forte. A quantidade de garotos que surgiram foi excelente. Muitos bons atletas. Uma média de dez a doze, por posição. Poderíamos ter mais, mas não temos base de Sub17, Sub15. Esse trabalho foi voltado para o Sub20. Muitos mostraram talento”, disse o treinador.

NOVA SEDE

Com o objetivo de atender melhor o seu sócio, o Central mudou o endereço da sede administrativa do clube, que continua sendo no Lacerdão, mas não na Avenida Agamenon Magalhães. “Agora a nova sede fica na Avenida Professor José Leão (ao lado da entrada do tobogã). A sede agora fica no anexo da Loja Oficial Patativa, sendo também uma oportunidade para os torcedores adquirirem produtos oficiais”, destacou Márcio Porto.

Outra novidade foi a volta da Rota do Mar na confecção do material esportivo. Nesse primeiro momento, a empresa vai patrocinar o clube na disputa do Campeonato Pernambucano Sub20.

PREPARATIVOS

Na tarde da quarta-feira (17), o elenco da Patativa realizou atividades físicas na Coliseum Gym Academia e, logo em seguida, no gramado do Estádio Lacerdão. A Patativa continua os preparativos para o Campeonato Pernambucano Sub20.

Ações de requalificação avançam no Parque 18 de Maio

Wagner Gil

A Feira de Caruaru, em todos os segmentos, é considerada Patrimônio Imaterial do povo Brasileiro, desde 2007, quando, o até então ministro da Cultura Gilberto Gil, esteve na cidade para entregar o título ortogado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o IPHAN. A feira e o surgimento da Capital do Agreste se confundem, pois antes de ser uma cidade, muitas pessoas se aglomeravam nas proximidades da sede da Fazenda Caruaru, hoje, Marco Zero, para trocar e vender suas mercadorias.

Isso deu a Caruaru uma vocação incrível para o comércio e sua feira, ganhou fama e o mundo. Com o crescimento do município e o passar de várias décadas, a tão famosa e falada Feira de Caruaru, passou a atrapalhar o desenvolvimento da cidade, foi quando o ex-prefeito João Lyra Neto fez a transferência da mesma do Centro para o Parque 18 de Maio. No novo local, ela ganhou mais espaço, praças de alimentação, mercados públicos de açougue e farinha, além de mais acessibilidade.
Agora, décadas depois após a transferência da feira, o Parque 18 de Maio voltou a receber investimentos maciços por parte do poder público. Atualmente, o principal destaque está nos investimentos de acessibilidade. Praticamente todo Parque ganhou novas calçadas, sinalização e rampas em locais estratégicos para o bom tráfego de portadores de necessidades especiais.

A meta da Prefeitura é de também concluir reformas amplas no Mercado de Carne, Mercado de Farinha e na Casa Rosa. Os locais estão sendo totalmente requalificados, com melhorias total em suas estruturas, contemplando coberta, piso, tarimbas, parte elétrica e hidráulica. Um dos destaques desta fase de obras está na construção de três baterias de banheiros e intervenção nas calçadas. “Aqui, tudo está sendo transformado trazendo mais qualidade de vida e de trabalho, tanto para quem vende quanto para quem compra”, pontuou o secretário Extraordinário das Feiras, José Pereira de Souza.

Com toda a requalificação que está sendo realizada nas três áreas e as obras que já se encontram em andamento, os investimentos no Parque 18 de Maio se aproximam dos R$ 10 milhões. “Não estamos trazendo aqui obras que irão acontecer, mas sim, obras que já estão acontecendo. Estamos trazendo as melhorias que precisam. São novos banheiros, pisos, melhoramento no esgotamento sanitário, água adequada e tudo que este patrimônio histórico da nossa cidade necessita”, destacou a prefeita Raquel Lyra.

Cada bateria sanitária possui uma área superior a 40 metros quadrados, com banheiros masculinos, femininos, acessível e depósito para material de limpeza. “Os banheiros possuem divisórias e bancadas em mármore branco, portas em alumínio, boa iluminação e ventilação. Todas as baterias contemplam a acessibilidade aos seus usuários”, disse o secretário municipal de Obras, Rodrigo Miranda.

Outras áreas estão com obras em fase de conclusão. “Os estacionamentos da Viúva, Feira de Milho e Brasilit estão em fase de finalização. Nós estamos apenas aguardando as ligações de água, esgoto e energia elétrica, que já foram solicitadas”, disse Rodrigo Miranda.

Rodrigo destacou ainda que as obras em andamento estão sendo realizadas, através de várias frentes, com destaque para as calçadas. “Hoje, o valor atualizado do contrato de calçadas é de R$ 1.970.223,69. Os serviços de requalificação foram realizados, inicialmente, no trecho da Ponte do Colégio Sagrado Coração e já se encontram, atualmente, nas redondezas da área territorial do Mercado de Carne. A meta é finalizarmos o paisagismo dos canteiros e as redondezas do Mercado de Carne nos próximos dias”, acrescentou o secretário. “São mais de 13.000 metros quadrados de calçadas, que estão sendo requalificadas. Todos os trechos contemplam a acessibilidade”, finalizou o secretário.

PESQUISA

Na semana passada, o Blog do Wagner Gil trouxe com exclusividade pesquisa de intenção de votos para prefeito de Caruaru, mas também um questionário para saber se a população de Caruaru prefere a Feira de Caruaru, no Parque 18 de Maio. Nele, mais de 60% dos entrevistados disseram que ela deve permanecer onde está, ou seja, no Centro.

Em entrevista ao VANGUARDA, o presidente da Associação dos Sulanqueiros de Caruaru, Pedro Moura, comentou sobre esse resultado, já que muitas pessoas defendem a idéia de transferência da Sulanca para outra área. “Esse resultado de quase 65% das pessoas entrevistadas preferindo a feira no Centro representa o reflexo nas melhorias que o poder público vem proporcionando. Nessa atual gestão, a Feira da Sulanca ganhou outro parâmetro de organização e segurança”, comentou. “Nos últimos dois anos e meio, a nossa Sulanca ganhou calçadas mais espaçosas, melhorou a sua iluminação e a requalificação da antiga área da Fundac. Isso refletiu de forma direta na pesquisa”, acrescentou Moura.

Segundo ainda ele, as melhorias no Parque 18 Maio estão possibilitando ainda o aumento nos negócios. “Acredito que quando as obras no Parque 18 de Maio forem concluídas, ganharemos mais ainda”, ressaltou Pedro Moura.

Novo bispo faz visita à Capital do Agreste

Jaciara Fernandes

Nesta semana, a Capital do Agreste recebeu o novo bispo da Diocese de Caruaru, Dom José Ruy Gonçalves Lopes. A primeira visita foi extraoficial e fez parte do processo de transição, uma vez que ele substituirá Dom Bernardino Marchió, Dom Dino, que renunciou ao cargo devido à idade, 75 anos, seguindo à uma determinação da Igreja Católica. Durante três dias, o religioso conheceu a infraestrutura de evangelização da Diocese e alguns pontos turísticos. Em todos os lugares em que esteve, a palavra que mais repetiu foi: ‘fé’.

O recém-bispo nomeado chegou a Caruaru na última segunda-feira (15), tendo permanecido até a quarta (17), e foi recebido pelo administrador apostólico Dom Dino. Segundo ele, tempo suficiente para visitar a sede da cúria diocesana, o Centro Pastoral Jesus Mestre e o Seminário Diocesano Nossa Senhora das Dores, além do Convento dos Capuchinhos, tendo ainda participado de uma reunião para tratar da transição do governo diocesano, em Caruaru. Também fizeram parte do roteiro, o Monte Bom Jesus e o Alto do Moura e ainda o Palácio Episcopal, o conhecido Palácio do Bispo. A impressão do primeiro contato com a cidade foi positiva. “Aqui, encontrei uma infraestrutura muito boa, fruto do trabalho dos quatro bispos que me antecederam e a contribuição da comunidade católica”, observou.

Sobre o primeiro ponto turístico citado, o Monte, Dom José Ruy, disse que esteve com o seu irmão de episcopado, Dom Dino, e o irmão de sangue, que lhe acompanhou na viagem. “Pude perceber e contemplar toda a cidade lá do alto e lembramos da passagem do Evangelho quando Jesus foi tentado no monte”, comentou o religioso. Quanto ao Alto do Moura, ele disse ter feito visita a um ateliê e, poeticamente, no sentido abstrato, disse que gostaria de poder construir uma ponte de barro que ligasse Caruaru ao céu. “Precisamos aumentar a nossa fé e sermos humildes. Não se admirem se me encontrarem caminhando pelas ruas vestido de hábito franciscano”, avisou.

Dom José Ruy será o primeiro bispo da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, conhecida como Ordem Franciscana, aprovada como um ramo da primeira Ordem de São Francisco de Assis, sinônimo de humildade, da alegria e da pobreza. Questionado sobre sua nova casa, o Palácio do Bispo, o religioso mostrou toda a sua simplicidade. “Embora um pouco constrangido de um franciscano morar num palácio, mas eu vou superar essa dificuldade. Mas, não se pode esquecer quando o Papa Francisco diz: não sejam príncipes da igreja”, comentou sem esconder humildade

O novo bispo tem 52 anos, é baiano de Feira de Santana e há sete anos assumiu a Diocese de Jequié, no mesmo Estado. À frente da Diocese de Caruaru ele será responsável por 75 padres que atuam em 44 paróquias espalhadas por 19 municípios do Agreste. Ainda contará com a colaboração de 25 seminaristas. “Sei que é um desafio, mas tenho certeza que contarei com a colaboração de todos, uma vez que a população daqui é o dobro da de Jequié. Embora o território baiano da diocese seja três vezes maior do que o de Caruaru. Caminharemos juntos”, planejou entusiasmado.

Dom José Ruy retornará para a Capital do Agreste na manhã do dia 21 de setembro, data em que será celebrada missa e solenidade de posse. “Embora bispo eleito, eu ainda não fui empossado e vejo algumas demandas sobre as quais ainda não posso encaminhar nem decidir. Então, é muito prudente e sensato que o meu retorno seja realmente no dia 21 de setembro”, finalizou.

Hoje (20) é dia da Feira da Família no Caruaru Shopping

O Caruaru Shopping, com o intuito de contribuir com a saúde dos seus clientes, está realizando a Feira da Família. Ela acontece todos os sábados, das 7h às 16h, no Piso E2 do edifício garagem.

A Feira da Família é realizada através de dezenas de expositores, que oferecem produtos livres de agrotóxicos, a exemplo de hortaliças, frutas, raízes e tubérculos (descascados, embalados e congelados a vácuo), bem como grãos, carnes, ovos, bolos, biscoitos e pães.

De acordo com Walace Carvalho, gerente de Marketing do centro de compras, a Feira da Família é a única aberta e livre do Bairro Indianópolis, onde está localizado o Caruaru Shopping. “O centro de compras e convivência também tem a preocupação de promover a saúde dos clientes e, pensando nisto, idealizamos este projeto que traz produtos in natura, tão difíceis de
ser encontrados hoje em dia”, disse.

O Caruaru Shopping está localizado na Avenida Adjar da Silva Casé, 800, Indianópolis.

Encontro de Educação Ambiental é realizado em Caruaru

A Prefeitura de Caruaru, por meio da Autarquia de Urbanização e Meio Ambiente (URB), realizou, na última quinta-feira (18), o I Encontro de Educação Ambiental do município. O evento aconteceu no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e reuniu diversos profissionais do ramo de oficinas e concessionárias de veículos.

Com o objetivo de esclarecer junto a categoria a obrigatoriedade da regularização ambiental, os profissionais além de assistirem a palestras sobre o tema, também puderam apresentar todas as dúvidas. “Nosso encontro tem como foco principal dialogar com todos os profissionais dessa categoria, mostrando para eles a importância de estar regularizado e os impactos ambientais causados com o descarte irregular dos materiais utilizados no ambiente de trabalho”, pontuou Francisco Batista, presidente da URB.

Para o empresário Severino Melo, que há mais de 15 anos administra uma oficina de veículos na cidade, o encontro foi fundamental para esclarecimentos em todas as áreas, desde as partes burocráticas como documentação, até o descarte correto dos materiais utilizados. “Esta é a primeira vez que vejo o poder público preocupado e ouvindo nossa classe, antigamente, tudo era feito de qualquer forma, sem muita importância para as questões ambientais. Agora, vamos sim, fazer a corretamente a regularização adequada e ainda ajudar o meio ambiente”, afirmou o empresário.

Para maiores dúvidas e informações, a população pode procurar a sede da URB, localizada na Rua Visconde de Inhauma, 1191, Maurício de Nassau. “É sempre muito bom poder ouvir e instruir os profissionais de nossa cidade. O evento desta noite além de muito diálogo, também serviu para orientações de como trabalhar corretamente e preservar o meio em que vivemos”, finalizou Gabriela Duarte, gerente de Meio Ambiente da URB.

Prefeitura de Caruaru entrega nova bateria de banheiros no Parque 18 de Maio

Feirantes e compradores das feiras, realizadas no Parque 18 de Maio, já poderão utilizar uma nova bateria de banheiros, que será entregue pela Prefeitura de Caruaru neste sábado (20). O equipamento fica localizado no estacionamento da Viúva.

O projeto, que faz parte da requalificação do Parque 18 de maio, prevê, ainda, a construção de mais duas baterias de banheiros e a reestruturação da parte elétrica das feiras, que será iniciada na próxima quarta-feira (24), nos setores de ferragens, confecções, miudezas (setores 7, 10, 12, 17, 19 e 37).

A requalificação do Parque 18 de Maio também inclui a reforma dos mercados e criação de um espaço cultural.