Funase celebra inclusão de 11 turmas de socioeducandos em cursos do Senar-PE

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) entregou um registro de elogio ao superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Pernambuco (Senar-PE), Adriano Moraes. A homenagem ocorreu em agradecimento pelo empenho da instituição na oferta de cursos, oficinas e treinamentos em unidades socioeducativas de todo o Estado. Pelo fato de serem feitas por meio de um termo de cooperação técnica formalizado no ano passado, as ações ocorrem sem nenhum custo para os cofres públicos. Só em 2018, 11 turmas de adolescentes atendidos pela Funase participaram da grade de cursos do Senar-PE.

Neste ano, a parceria continua e tem como exemplo mais recente a oficina de plantas ornamentais, ministrada no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Timbaúba. Ao todo, 12 socioeducandos aprenderam a produzir terrários, minijardins montados em vasos de vidro. Atividades como essas têm o objetivo de possibilitar oportunidades de educação profissional e de construção de novos projetos de vida, podendo ser transformadas, inclusive, em conhecimento para geração de renda quando os adolescentes saírem da Funase. Também fazem parte do rol de cursos ofertados pela parceria os de Artesanato em Cerâmica, Jardinagem, Pintor Imobiliário, Eletricista Predial, Artesanato com Material Reciclável. Os alunos que concluem a carga horária recebem certificados.

O registro de elogio foi entregue pelo coordenador do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase, Normando Albuquerque. “Temos com o Senar-PE uma das mais antigas e importantes parcerias. Essas 11 turmas são responsáveis por cerca de uma centena de certificados conquistados pelos nossos meninos. A carga horária mais compacta, a ênfase na aprendizagem pela prática e as turmas de menor tamanho são um diferencial positivo na metodologia do Senar”, destacou.

Imagem: Divulgação/Funase

E-book gratuito orienta estudantes sobre como montar plano de estudos

O ano letivo mal começou e já é preciso pensar nas provas do final do ano. Esse período, que costuma ser o ideal para traçar planejamentos, é também a fase mais adequada para construir um plano eficiente de estudos. Através dessa prática, o aluno sai na frente e consegue estabelecer uma rotina de dedicação às disciplinas que fará a diferença nos vestibulares e nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O Colégio GGE decidiu orientar não só os seus alunos, mas também todos os estudantes que estão se preparando para um processo seletivo. A instituição disponibiliza de forma gratuita, mediante cadastro, um e-book sobre como montar seu plano de estudos com dicas que vão desde a preparação do ambiente na hora de estudar até a divisão dos horários para cada matéria.

Os alunos do GGE contam ainda com um reforço na montagem desse plano. Durante o mês de fevereiro, o Serviço de Orientação Educacional e Psicológica (SOEP) realiza o Projeto de Orientação de Estudos que ajuda o estudante a escolher a estratégia que se adeque melhor ao seu perfil e oferece o apoio e os recursos do colégio para auxiliar em todo o processo de aprendizagem. O foco do projeto são as turmas do Fundamental 2, Ensino Médio, Pré-Enem, turmas ITA-IME e Pré-Medicina.

As psicólogas do SOEP atuam para o fortalecimento emocional, autoconfiança e motivação e incentivam o hábito de estudar em cada aluno. Em sala de aula, os professores também participam desse processo apresentando estratégias e técnicas para que as turmas aprendam a gerenciar melhor o tempo com o objetivo de atingir bons resultados, criar uma rotina de estudos e, consequentemente, melhorar o desempenho nas disciplinas.

Os interessados em conferir o conteúdo devem acessar o link: ebook sobre como montar seu plano de estudos e ser um aluno nota 10. Após concluir o cadastro, poderá fazer o download do material de forma gratuita.

/**/

Confira os ganhadores do Caruaru da Sorte

Sorteio Realizado 10/02/2019

1º PREMIO DEZ MIL REAIS (R$ 10.000,00)
GANHADOR: DAMIÃO NUNES
CERTIFICADO: 280.153
ENDEREÇO: RUA TERTULINA FELISMINA DE ARAÚJO Nº 51 A
CIDADE: MALAQUIAS – SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE
VENDEDOR: REGINALDO
BOLAS: 20 03 55 49 58 38 39 21 23 35 30 41 53 04 11 44 45 51 29 46 57 32 22 07 06 60 28 54 16 33 31 25 18 37 05 10.
2º PREMIO DEZ MIL REAIS (R$ 10.000,00)
GANHADOR: MARIA DE FÁTIMA DA SILVA GANHADOR: LUCICLEIDE MARIA DOS SANTOS
CERTIFICADO: 17.300 CERTIFICADO: 60.924
ENDEREÇO: RUA GETÚLIO VARGAS Nº314 ENDEREÇO: RUA HELENO BATISTA Nº272
CIDADE: CENTRO – QUIPAPÁ CIDADE: CENTRO – AGRESTINA
VENDEDOR: RAMON VENDEDOR: ANTÔNIO MENDES – DIST. MOACIR

GANHADOR: ELISTEFÂNIA EMANUELA VASCONCELOS SILVA GANHADOR: EDSON PEREIRA MENDONÇA
CERTIFICADO: 272.644 CERTIFICADO: 305.585
ENDEREÇO: RUA DO CAMPO Nº06 ENDEREÇO: RUA DOS MASCATE Nº32
CIDADE: COHAB – BEZERROS CIDADE: CENTRO – ARCOVERDE
VENDEDOR: VAMBERTO VENDEDOR: MAYCON
BOLAS: 47 09 57 29 13 23 46 45 58 38 06 19 42 50 43 30 56 15 21 44 20 32 24 37 12 41 40 26 02 35 52 01 36 17 16 28 14 11 31 34 60.
3º PREMIO DEZ MIL REAIS (R$ 10.000,00)
GANHADOR: JOSÉ ROBERTO LEITE SILVA
CERTIFICADO: 68.895
ENDEREÇO: RUA JAIME VILELA Nº230
CIDADE: SANTO ANTÕNIO – BELO JARDIM
VENDEDOR: DIST. JANE E NECO
BOLAS 38 20 29 41 10 31 32 46 01 02 34 52 04 43 59 18 13 09 16 21 35 12 07 48 25 58 50 51 15 23 54 24 60 49.
4º PREMIO UM JEEP COMPASS SPORT + QUARENTA MIL REAIS (R$150.000,00)
GANHADOR: GERCINA SOARES DA SILVA
CERTIFICADO: 360.280
ENDEREÇO: RUA JOAQUIM BARBOSA DE SOUZA Nº113
CIDADE: CENTRO – TORITAMA
VENDEDOR: FRANCINE – DIST. PREGUINHO
BOLAS: 34 30 56 11 51 07 54 36 06 59 53 52 45 17 22 43 19 04 08 20 27 10 31 39 46 29 50 24 03 23 42 02 28 48 47 18 21 32 14.

Modalidade Giro da Sorte
10 Prêmios de R$2.000,00 – cada
1º RODADA DA SORTE
CERTIFICADO: 63.196
GANHADOR: ALEXSANDRA SIQUEIRA
ENDREÇO: RUA SÓ QD. C LOT. 06
TEREZA MENDONÇA – BELO JARDIM 2º RODADA DA SORTE
CERTIFICADO: 354.874
GANHADOR: DJANETE CANDIDO DE MENEZES
ENDREÇO: VILA TRAPIÁ
ZONA RURAL – RIACHO DAS ALMAS 3º RODADA DA SORTE
CERTIFICADO: 336.381
GANHADOR: CLEBER LIMA
ENDREÇO: NÃO PREENCHEU CORRETAMENTE
4º RODADA DA SORTE
CERTIFICADO: 350.048
GANHADOR: CRISTIANO BARBOSA DA GAMA
ENDREÇO: RUA ANA NERY Nº342
HELIÓPOLIS – GARANHUNS 5º RODADA DA SORTE
CERTIFICADO: 330.801
GANHADOR: MARIA SOARES DA SILVA
ENDREÇO: RUA APOLINÁRIO DE LIMA FREIRE Nº72
CENTRO – AGRESTINA

6º RODADA DA SORTE
CERTIFICADO: 13.159
GANHADOR: CONCEIÇÃO ISABELE DA SILVA
ENDREÇO: RUA CRISANTO SOSTENES Nº45
SÃO SEBASTIÃO – BEZERROS
7º RODADA DA SORTE
CERTIFICADO: 34.346
GANHADOR: ANTÔNIO JOSÉ S. FILHO
ENDREÇO: RUA JORNALISTA NESTOR MOREIRA Nº288
SALGADO – CARUARU 8º RODADA DA SORTE
CERTIFICADO: 23.403
GANHADOR: MANOEL BEZERRA DA SILVA NETO
ENDREÇO: RUA APRÍGIO AMORIM Nº85
SÃO SEBASTIÃO – BEZERROS 9º RODADA DA SORTE
CERTIFICADO: 309.012
GANHADOR: ANDERSON GALINDO
ENDREÇO: AV. MESTRE VETALINO Nº191
PINHEIRÓPOLIS – CARUARU 10ºRODADA DA SORTE
CERTIFICADO: 318.901
GANHADOR: LUIZ ALVES DA SILVA
ENDREÇO: RUA NAPOLEÃO LAUREANO Nº35
PETRÓPOLIS – CARUARU

Uninassau realiza minicurso de Técnicas de Oratória

O Núcleo de Trabalhabilidade, Emprego e Carreiras (NTEC) da Faculdade Uninassau Caruaru realiza, nesta segunda-feira-feira (18), mais uma edição do projeto “Qualifica”. Desta vez, a atividade será voltada para os alunos da turma do 8º período do curso de Enfermagem, no turno da noite, e abordará o tema “Técnicas de Oratória”. A temática será abordada na própria sala de aula e as inscrições são gratuitas e serão feitas no local e horário do evento.

O minicurso irá abordar a oratória como método de discurso, além de trabalhar a arte de como falar em público e trabalhar o conjunto de regras e técnicas que permitem apurar as qualidades pessoais do orador. O principal objetivo é desenvolver habilidades com técnicas para o aperfeiçoamento da comunicação.

O analista de carreiras da Uninassau Caruaru, Samuel Gomes, será o ministrante da temática. Ele ressalta a importância do tema para os estudantes. “A capacidade comunicativa é uma das ferramentas mais poderosas que o ser humano pode possuir. Mais do que nunca, é considerado um elemento fundamental no mundo contemporâneo, por isso, é importante o Núcleo levar aos alunos técnicas de oratória e ajudá-los a ampliar ainda mais a sua forma de se comunicar”, ressalta.

Coletiva de imprensa sobre o esquema de segurança do “Carnaval Caruaru Cultural”

A Prefeitura de Caruaru, através da Fundação de Cultura e Turismo; da Secretaria de Ordem Pública (Secop) e da Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes (Destra); realiza nesta terça-feira (19) uma coletiva de imprensa sobre o esquema de segurança para a prévia carnavalesca deste sábado (23) do “Carnaval Caruaru Cultural”. A coletiva acontecerá a partir das 10h, no auditório do Museu do Barro.

O quê: coletiva de imprensa sobre o esquema de segurança do “Carnaval Caruaru Cultural”
Onde: auditório do Museu do Barro
Quando: terça-feira (19)
Hora: 10h.

Bebianno se diz arrependido por ter ajudado a eleger Bolsonaro

Na iminência de ter a demissão do governo confirmada, o ministro da Secretaria-geral da Presidência, Gustavo Bebianno, afirmou a aliados estar arrependido por ter coordenado a campanha do presidente Jair Bolsonaro no ano passado. A informação é do blog do jornalista Gerson Camarotti, do portal G1.

Segundo Camarotti, Bebianno fez duras críticas ao presidente. “Preciso pedir desculpas ao Brasil por ter viabilizado a candidatura de Bolsonaro. Nunca imaginei que ele seria um presidente tão fraco”, teria dito o ministro a um interlocutor. A decisão de demitir o ministro foi tomada por Bolsonaro na última sexta (15).

Presidente nacional do PSL durante a campanha eleitoral a pedido de Bolsonaro, de quem foi advogado, o ministro estava com o emprego ameaçado desde a última quarta-feira (13), quando o presidente disse, em entrevista à TV Record, que Bebianno poderia ter de “voltar às suas origens” caso fosse comprovada a participação dele em alguma irregularidade.

O estopim da crise foi uma reportagem do último domingo da Folha de S.Paulo, que mostrou que o PSL repassou R$ 400 mil a uma candidata a deputada federal de Pernambuco que recebeu 274 votos, quatro dias antes da eleição. O repasse, segundo o jornal, foi feito no período em que o ministro era presidente do partido. Atual presidente do PSL, o deputado Luciano Bivar (PE) é o grande nome da legenda no estado. Bebianno nega irregularidades nos repasses.

Fonte: Congresso em Foco
Foto: Rafael Carvalho/governo de Transição

Previdência e pacote anticrime chegam ao Congresso em meio a crise no governo

O Congresso Nacional deve receber, nesta semana, dois projetos cruciais do governo Bolsonaro. O Executivo se comprometeu a enviar aos parlamentares o pacote anticrime do Ministério da Justiça e Segurança Pública na terça-feira (19) e, no dia seguinte, a proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência.

A chegada dos dois textos à Câmara, por onde começarão a tramitar, marcará apenas o início das discussões no Legislativo. Isso acontece no momento em que o governo enfrenta sua pior crise, com a iminência de demissão do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, chamado de mentiroso pelo vereador Carlos Bolsonaro (PSC), filho do presidente Jair Bolsonaro.

A saída de Bebianno é dada como certa, mas, ao contrário do que se previa, não foi publicada na edição desta manhã do Diário Oficial da União. Como Bebianno tem aliados no ministério e mesmo na bancada do PSL no Congresso, a expectativa é por eventual contaminação da pauta legislativa.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), estimou na semana passada que a reforma da Previdência deverá ser votada em cerca de quatro meses. “Se olharmos a tramitação da proposta do ex-presidente Temer, mais ou menos no mesmo prazo, vai dar ali no início de junho”, calculou Maia na semana passada em um encontro com o governador do Piauí, Wellington Dias (PT-PI). Maia tem intensificado a agenda de encontros com governadores para “construir um consenso”, segundo tem declarado.

Para começar a costurar apoios aos projetos, o presidente Jair Bolsonaro terá um encontro nesta semana com os parlamentares do PSL e outro com os líderes partidários da Câmara.

Apesar das vitórias nas primeiras votações do ano, a base bolsonarista no Legislativo vive problemas internos. O líder do governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), luta contra a desconfiança de colegas do próprio PSL e dos líderes de outras legendas, alguns dos quais ainda desejam que ele seja substituído.

O próprio PSL, envolto em uma crise que chegou ao ministério, tem uma relação turbulenta com a base que reelegeu Maia à frente da Câmara, bloco do qual o partido de Bolsonaro faz parte. “Nós ainda estamos esperando um pedido de casamento do PSL, mas ainda não sabemos a quem a gente deve se dirigir lá dentro”, disse ao Congresso em Foco um dos líderes do bloco governista.

Reforma da Previdência

Para ser aprovada, a reforma da Previdência exigirá votos de três quintos dos parlamentares: 308 deputados e 49 senadores. Sem consenso no Congresso, a proposta do ex-presidente Michel Temer acabou suspensa no início do ano passado com a intervenção federal no Rio de Janeiro.

Mas a nova reforma, capitaneada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e pelo secretário da Previdência Rogério Marinho (PSDB-RN), será mais dura que a de Temer em alguns pontos. A nova idade mínima proposta para a aposentadoria deverá ser a mesma: 62 anos para as mulheres e 65 para os homens. O ex-presidente, no entanto, estipulava um período de transição (tempo que as idades mínimas levariam até chegar nesse patamar, após avanço gradual) de 20 anos, partindo de 53 anos para mulheres e 55 para homens.

O texto de Bolsonaro só será divulgado na terça (20), mas Marinho já adiantou que as idades mínimas já partirão de bases mais altas (55 para mulheres e 60 para homens) e chegarão ao 62/65 em apenas 12 anos.

Atualmente os trabalhadores urbanos de fora da iniciativa privada podem ter a aposentadoria integral de três formas: a partir de 30 anos de contribuição (mulheres) ou dos 35 (homens), sem exigência de idade mínima; a partir de 60 anos de idade (mulheres) ou 65 (homens) com pelo menos 15 anos de contribuição; ou ainda pela regra 86/96, que soma a idade e o tempo de contribuição para mulheres e homens, respectivamente.

Outras novidades importantes, como revelou o Congresso em Foco na última sexta (15), incluem aumentar alíquota de contribuição dos servidores públicos (de 11% para 14% da remuneração bruta) e aumento do prazo de contribuição dos militares para que possam passar à reserva. O período deverá subir de 30 anos para 35.

PL Anticrime

Bolsonaro anunciou por meio do Twitter, no último sábado, que o projeto de lei anticrime chegará ao Congresso nesta terça-feira. O texto foi apresentado ao público pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, no dia 4 de fevereiro, mas aguardava a palavra final do presidente, que ainda estava internado à época, em recuperação da cirurgia no trânsito intestinal.

Principal aposta de Moro para o primeiro ano de governo, o projeto é um pacote de mudanças que altera 14 leis, que vão desde o Código Penal (CP) e o Código Processual Penal (CPP) até legislações pouco conhecidas, que tratam de temas como identificação de investigados e recompensas a cidadãos que oferecem denúncias.

Moro explicou que os três eixos centrais do projeto são o combate à corrupção, ao crime organizado e aos crimes violentos. O ministro já conversou com Rodrigo Maia em separado e também foi à Câmara explicar o projeto a pedido da chamada “bancada da bala”, que promete não só apoiar o texto-base como adicionar medidas para endurecê-lo.

Enquanto a reforma da Previdência, por ser uma PEC, precisará de três quintos dos votos na Câmara, para o pacote de Moro bastará a conquista da maioria simples.

Fonte: Congresso em Foco

Prouni Recife oferece 213 novas bolsas em cursos superiores

Nesta segunda-feira (18), serão abertas as inscrições para o Prouni Recife, programa municipal que concede bolsas de estudos integrais em faculdades particulares, para estudantes de baixa renda. Para o primeiro semestre, serão oferecidas 213 vagas em 72 opções de cursos, distribuídas pelas oito instituições de ensino superior cadastradas. Os candidatos podem se inscrever a partir da 0h da segunda até as 23h59 da quarta-feira (20), exclusivamente pela internet. O primeiro listão com os resultados sai no dia 22.

Implantado em 2015, o Prouni Recife tem hoje cerca de 1,2 mil alunos inscritos. Para concorrer a uma das vagas, é preciso comprovar renda bruta familiar, per capita, de até dois salários mínimos; ter cursado o ensino médio na rede pública ou em escola privada com bolsa integral; ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2018; ser residente e domiciliado no município do Recife por, no mínimo, três anos, contados antes da data de inscrição e não ter diploma de nível superior.

O Prouni Recife também vale para os professores da rede municipal de ensino do Recife, desde que estejam no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente. As bolsas são para os cursos de licenciatura, normal superior e pedagogia, destinados à formação do magistério da educação básica, independente do cumprimento dos critérios estabelecidos para os estudantes.

Desde abril de 2018, os estudantes do programa têm direito ao Passe Livre, que dá 70 passagens de ônibus gratuitas, por mês, para serem usadas em todos os dias da semana, incluindo sábados, domingos e feriados. Atualmente, cerca de 990 alunos usam o benefício. Entre os cursos oferecidos pelo Prouni Recife neste semestre estão medicina, odontologia, administração, arquitetura e urbanismo, direito, várias engenharias, educação física, enfermagem, psicologia, farmácia, sistemas de informação, fisioterapia e nutrição.

Diario de Pernambuco

Fundo dispõe de R$ 240 milhões para investir no Nordeste

R$ 240 milhões para investir em empresas nordestinas, valor que pode se multiplicar no futuro. Com esse aporte financeiro, a plataforma independente de investimentos Vinci Partners (com aproximadamente R$ 23 bilhões sob gestão de investidores brasileiros e estrangeiros) criou o Nordeste III Fundo de Investimentos em Participações e vem se transformando em um parceiro de empreendedores com DNA regional. Desde junho de 2017, já são três sociedades que têm Pernambuco como base, entre elas a Diagmax e o Mundo do Cabeleireiro. Um novo negócio está no gatilho para ser anunciado ainda neste mês de fevereiro. Uma estratégia que orgulha os membros da Vinci em afirmar que é o grupo que mais investiu no Nordeste nos últimos 15 anos – juntando com o período no qual trabalharam no BTG Pactual com atuação também regional -, como destaca José Luis (Pepe) Pano, responsável pelo Fundo Nordeste. O grupo vem pinçando médias empresas com potencial, tornando-se sócio e acelerando o crescimento do negócio. Segundo ele, não apenas injeta dinheiro, mas emprega conhecimento para potencializar as qualidades do negócio e implementar modelos de gestão com eficiência comprovada. “Nossos investimentos são de cerca de R$ 25 milhões a R$ 40 milhões em cada empresa e a fatia da participação na sociedade são de 25% a 45%. A ideia é ser minoritário, mas ter algum poder decisório nos caminhos do negócio, deixando os fundadores à frente da empresa”, explica Pepe.

ENTREVISTA

Como é a atuação da Vinci, através de seus fundos de investimentos, no Nordeste?
A gente tem duas estratégias. Um de investimentos maiores: de R$ 300 milhões, R$ 400 milhões. Outra de investimento menores: de R$ 30 milhões a R$ 60 milhões por empresa. Dentro dessa estratégia, temos o Fundo do Nordeste III, com R$ 240 milhões para investir na região. Esse dinheiro vem do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento), Banco do Nordeste, algumas fundações e da própria Vinci. Além de gestores desse fundo, somos investidores. Esse fundo foca em empresas de médio porte no Nordeste, que tenha potencial de crescimento elevado, onde a gente bote o dinheiro e ajude na gestão, e consiga realmente dar uma mudança de patamar financeiro e também no ponto de vista de gestão. Importante: nós sempre somos (acionistas) minoritários. Não é que a gente chega e compra a empresa. A Diagmax, por exemplo, estava crescendo e entramos como sócios. Os fundadores continuam tocando a gestão e a gente ajudando.

Hoje, o Fundo Nordeste tem três empresas em sua carteira. Há novas parcerias a serem gestadas?
O nosso Fundo do Nordeste III já tem três investimentos: Diagmax, Mundo do Cabeleireiro e a ENC Nordeste, que é uma empresa de geração distribuída de energia através de biogás de aterro na região. Agora, estamos concluindo um quarto negócio, que ainda não é público, mas deve estar concluído até o fim deste mês de fevereiro. É um negócio de alimentação, restaurante, fast food, que tem sede em Pernambuco e forte concentração aqui. Mas é uma história parecida à do Mundo do Cabeleireiro. Já tem algumas operações fora de Pernambuco, mas a ideia é focar o crescimento em outros estados, como São Paulo, Brasília, além do Nordeste.

Ainda há mais capacidade de negócios, ou seja, de recursos dos R$ 240 milhões iniciais do fundo para continuar esses investimentos?
Com esse quarto negócio, atingimos cerca de metade do investimento que pretendemos inicialmente para esse fundo. Ainda queremos fazer mais dois ou três investimentos neste ano. Já estamos em negociação avançada com uma empresa de resíduos sólidos. É uma boa oportunidade nessa cadeia de meio ambiente. É uma empresa pernambucana, mas que visualizamos um crescimento fora daqui.

E as demais negociações?
Estamos com duas negociações avançadas na Bahia. Uma bastante interessante de fibra ótica. Estamos apostando muito na consolidação de provedores de internet de pequeno e médio porte. Somente lá, tem 450 provedores. Tem cidade no interior que tem 1.500 assinantes. As grandes operadoras não chegam de forma eficiente: 80% dessas operadoras a comunicação é por cabo. Então queremos investir nesse segmento para consolidá-lo e fazer um player regional grande utilizando fibra ótica. Também estamos olhando para a área de saúde, que é um mundo no qual gostamos bastante, e observamos clínicas de reabilitação de longa permanência. Algo que, no Nordeste, evoluiu-se pouco. É para um paciente que está no hospital, mas não tem sentido continuar lá, porque é caro, mas também não tem condições de ir para casa. No mundo inteiro isso existe. Em São Paulo, já estamos vendo alguns players. Mas no Nordeste está bem no início.

Então, vocês vão pegar o negócio praticamente do zero?
Esse é o grande desafio. Estamos em negociações com dois ou três empreendedores, mas que são muito pequenos ainda para virarmos sócios. Então estamos vendo gente que tem uma clínica e poderíamos formatar para duas ou três. Não encontramos pessoas com essas características em Pernambuco, mas o crescimento se passa por investir em unidades aqui até pelo polo médico local. Então, o trabalho que fazemos é procurar modelos inovadores e empreendedores, como brincamos, como Steve Jobs e Jeff Bezos, mas quando ainda eram pequenos, para nos associarmos e crescermos juntos.

O Mundo do Cabeleireiro se encaixou nesse perfil de crescimento?
A estratégia do Mundo do Cabeleireiro foi crescer em Pernambuco ainda quatro ou cinco lojas. Mas basicamente vimos a oportunidade de crescer em shoppings em São Paulo. Então, hoje temos 14 lojas lá. Um crescimento que serve de exemplo para o que a gente gosta de fazer. Em dezembro de 2017, quando a gente virou sócio, o Mundo tinha 20 lojas e fechou, janeiro de 2019, com 34. Em um ano, foi um crescimento de quase 75%. É lógico que há muito desafios pela frente, mas era um negócio que estava preparado para dar um salto. Essa é uma das nossas teses. Pegar um modelo de negócio saudável, que gera margem, mas que tem capital de giro para ir crescendo aos poucos. Aí entramos para dar uma acelerada nisso.

Qual o perfil de negócios que interessa ao Fundo Nordeste III?
Sempre dizemos que nossos três focos são varejo, saúde e serviços especializados. Em cada um dos segmentos, temos especialistas nesse setor e em Nordeste para nos ajudar a desenvolver o negócio. A gente nunca pega um negócio muito pequenininho. É um desafio, como a clínica de reabilitação que comentamos. Nem um negócio muito grande, porque aí nossa participação fica muito pequena, o crescimento já não representa muito. Então, nossa ideia é colocar dinheiro em empresas de médio porte. Um empreendedor que tenha duas ou três lojas, é muito pequeno. Outro que possua 100, muito grande. Mas tem todo espaço aqui no meio que nos interessa para se associar.

O porquê desse foco no Nordeste?
A Vinci historicamente é ligada ao Nordeste. Nós éramos do Banco Pactual. Saímos, em 2009, e formamos a Vinci. E esse mesmo time, na época do Pactual, já investia muito no Nordeste. Nós fomos sócios da Cemar (Companhia de Energia do Maranhão), da Fanor (Faculdades do Nordeste), que foi comprada depois pelo DeVry, somos sócios da varejista na Bahia Le Biscuit, e agora da Diagmax e Mundo do Cabeleireiro. Então, conhecemos muito o Nordeste. O primeiro fundo especializado para a região foi o Nordeste Empreendedor, do Pactual, há 15 anos. Fomos pioneiros e pouca gente investe aqui. Conseguimos resultados de grande sucesso.

O polo tecnológico de Pernambuco é uma referência no país. Há algo nesse segmento no radar da Vinci?
A gente olhou com investidores algumas oportunidade e quase fechou um negócio interessante, mas desistimos. Iríamos trazer uma empresa de São Paulo de serviços de aplicação de tecnologia para o Porto Digital. Agora, teremos uma reunião com um pessoal de big date, mas para fechar negócio a condição é que se mudem para o Porto Digital.

Diario de Pernambuco

Com direito a falha de Magrão e polêmica no fim, Santa Cruz vence o Sport no Arruda

Filme repetido no Sport. Acostumado a idolatrar seu maior ídolo, o torcedor rubro-negro viu ontem no estádio do Arruda o goleiro Magrão falhar pelo segundo jogo consecutivo. Melhor para o Santa Cruz que, em seu segundo clássico na temporada, venceu o Clássico das Multidões pelo Campeonato Pernambucano por 1 a 0 e vai dormir na liderança do estadual. O jogo também marcou a reabertura do Arruda. Após ser vetado por conta das condições do gramado, o torcedor coral enfim pôde retornar para “casa”. O jogo ainda teve uma polêmica no último minuto de jogo. Os jogadores do Sport reclamaram muito de um pênalti a seu favor, que foi ignorado pela arbitragem.

Agora, para o Santa Cruz, o assunto é Copa do Brasil. Na quarta-feira o Tricolor entra em campo para outro clássico. Desta vez das Emoções. Contra o Náutico, o time tentará, além de avançar para a terceira fase da Copa do Brasil, ficar com a cota de R$ 1,45 milhão da competição.

Já o Sport vai ter um quase 10 dias para recolocar a cabeça no lugar. Sem a Copa do Brasil, o Leão volta a campo somente no dia 28 de fevereiro, contra o Afogados, pelo Campeonato Pernambucano. A derrota no Arruda fez o Rubro-negro em terceiro lugar, com 12 pontos.

O jogo

O Santa Cruz foi para o Clássico das Multidões com que tinha de melhor no momento, contrariando a expectativa de um possível time misto por conta do jogo de quarta-feira, pela Copa do Brasil. As únicas ausências do time considerado ideal foi o goleiro Ricardo Ernesto, o zagueiro Vitão e o atacante Pipico, que estava suspenso. Já Milton Cruz repetiu o mesmo time que foi eliminado pelo Tombense no meio de semana.

Dentro de campo, os 45 primeiros minutos foram de um jogo bastante disputado e com o Sport tendo as duas melhores oportunidades de gols. A primeira veio logo aos cinco minutos com Kaio. De dentro da área, o meia chutou cruzado obrigando o goleiro Anderson a praticar uma difícil defesa, mandando a bola para escanteio.

A resposta tricolor veio três minutos depois, com um chute de fora da área do volante Charles. Com Kaio um pouco mais participativo, e aparecendo mais dentro da área, porém, ainda não sendo o Sport segurava mais a bola nos pés. Então, em um período de dez minutos, o jogo ganhou em emoção com quatro chances de gol. Primeiro, com cabeçada de Charles e defesa tranquila de Anderson. Depois, Elias respondeu com um chute fraco e para fora. A melhor oportunidade do primeiro tempo, entretanto, aconteceu aos 23 minutos. Após jogada pela direita de Ezequiel, Hernane dominou a bola dentro da área, se atrapalhou um pouco, mas conseguiu o passe para Guilherme que, de frente para o gol, chutou forte para uma difícil defesa de Anderson.

A última boa oportunidade do primeiro tempo veio com uma cobrança de falta de Charles, que passou pela barreira e defendida pelo goleiro Magrão. A partir daí, o jogo caiu em qualidade, mas tendo o Santa Cruz tentando mais as jogadas pelos lados do campo, e o Sport administrando o jogo.

Segundo tempo

Sem alterações nos times para o segundo tempo, o começo do Clássico das Multidões seguiu o ritmo dos primeiros 45 minutos, com o jogo o jogo bem equilibrado.

Fazendo valer o apoio que vinha das arquibancadas, o Santa Cruz começou o segundo tempo mais em cima do rival. E teve duas ótimas chances de abrir o placar, ambas com Guilherme Queiroz, o substituto de Pipico. A primeira veio após chute forte de dentro da área e que obrigou a Magrão espalmar para escanteio. E na cobrança do tiro de canto, o atacante teve mais uma grande chance ao cabecear da pequena área por cima do gol, com perigo.

Vendo o Santa Cruz crescer na partida, o técnico Milton Cruz resolveu mudar. Acionou o atacante Juninho na vaga do apagadíssimo Hernane Brocador, com uma atuação para esquecer. Já Leston Júnior se viu obrigado a fazer duas alterações, talvez por conta do desgaste da viagem a Sinop, no Mato Grosso. Primeiro com Jô, que deu lugar a Cesinha, e depois com Elias Carioca, para a entrada de Luiz Felipe.