Câmara de Vereadores de Caruaru já tem voto aberto há três anos

Enquanto a polêmica do voto secreto x voto aberto tomou conta do Senado na eleição para presidência da Casa, em Caruaru a situação é bem diferente. Com o objetivo de fortalecer a democracia e a transparência no Legislativo caruaruense, o vereador Marcelo Gomes foi um dos que propôs, em 2016, que a partir daquele ano todas as votações na Casa Jornalista José Carlos Florêncio fossem abertas.

A propositura foi aprovada pelos demais vereadores e passou a ser colocada em prática. “O homem púbico precisa tomar posições e fazer escolhas que precisam ser de conhecimento público. Ele deve satisfação aos seus eleitores e à sociedade em geral, afinal foi eleito com essa finalidade. Defendo o voto secreto apenas na urna, pelo eleitor, no dia da eleição”, justificou Marcelo Gomes.

Desde 2016, todos os temas, polêmicos ou não, são votados publicamente com a revelação do voto por cada parlamentar. “A abertura do voto facilita muito para que o eleitor possa refletir sobre a postura de cada vereador”, completa Marcelo Gomes.

Artigo – Como dar o próximo passo na carreira?

Por Mylena Cuenca

A maioria das pessoas dedica as primeiras semanas no ano para elencar suas resoluções de ano novo e focar em suas expectativas e metas para esse novo ciclo. A carreira costuma estar entre um dos maiores objetivos, e quando bem planejado, mudar de emprego é uma meta alcançável. Para ajudar os profissionais que já decidiram crescer profissionalmente em 2019 preparei um passo a passo para quem deseja se recolocar no mercado.

#1 Objetivo: Por que você pretende mudar de emprego? Qual seu objetivo e suas perspectivas? O objetivo deve estar claro para você mesmo. O profissional precisa entender onde ele pretender chegar profissionalmente, no curto, médio e longo prazo. Para ter clareza do objetivo profissional a pessoa deve conhecer suas habilidades, competências técnicas e também seus pontos de melhoria. O autoconhecimento e o feedback de mentores e líderes são excelentes ferramentas nessa primeira etapa. Quando você conhece seus potencias de carreira fica muito mais fácil escolher um caminho para seguir. Escrever esse objetivo é importante para manter o foco e entender o porquê esse novo desafio te trará felicidade e realização profissional.

#2 Currículo: Atualize seu currículo, tanto o off-line quanto o currículo online. Agora que você já sabe onde quer chegar, construa seu currículo com suas habilidades e competências que estejam linhadas com o seu objetivo. Dedique tempo a essa atividade, peça ajuda e aconselhamento, o mais importante é ser assertivo. Quando mais dedicação você empregar nessa fase, menos terá que voltar a essa tarefa com o passar dos meses. (HIPERLINK)

#3 Liste as empresas onde você deseja trabalhar: Estar alinhado com a cultura organizacional e compartilhar dos valores empresariais é uma receita indispensável para ser feliz no trabalho. Por isso, liste as empresas que são o seu “sonho de consumo profissional”. Defina o tipo de empresa onde você quer trabalhar, culturas mais agressivas direcionadas para metas e resultados, porém, com um crescimento mais acelerado. Ou empresas mais colaborativas e inovadoras, com áreas de descompressão e ambientes inspiradores. Estude sobre esses ambientes de trabalho, sobre o propósito empresarial, converse com pessoas que trabalham nesses lugares ou conheça cultura corporativa através do site , por exemplo. Se você não se identificar com a empresa não adianta investir tempo e energia para trabalhar nela.

#4 Atualização profissional: Agora que você já conhece seus objetivos profissionais e o perfil de empresas que gostaria de trabalhar, invista tempo na sua atualização profissional. Provavelmente passando pelas etapas acima você reconheceu alguns gaps da sua carreira. Pode ser um curso de idiomas, uma habilidade técnica não desenvolvida, habilidades comportamentais, como a de liderança, por exemplo, entre outros. Essa é uma etapa de médio e longo prazo porque exige estudo e tempo, uma vez identificada comece a desenvolver essa atualização, não espere ser chamado para uma posição ou ser cobrado, seja proativo. Isso também se aplica à reciclagem do conhecimento, a se manter atualizado sobre seu mercado de atuação, e a acompanhar novas tecnologias que impactam o dia a dia do seu trabalho. Essa etapa é muito importante principalmente para quando você estiver na etapa de entrevista presencial.

#5 Networking: Criar e cultivar redes de relacionamento provavelmente é a melhor maneira de se recolocar no mercado de trabalho. Se o que você deseja em 2019 é um emprego, saiba que provavelmente essa oportunidade surgirá dentro da sua rede de relacionamentos. Quanto mais ativo você for melhor, fale para as pessoas sobre seus objetivos e interesses, mostre seus potencias de carreira, compartilhe artigos, faça parte de grupos para discussões diversas. Não tenha receio de adicionar aos seus contatos headhunters ou profissionais de RH, essa é uma forma de mostrar que você está aberto a novas oportunidades. Lembre-se, quem não é visto não é lembrado, por isso, seja ativo na sua rede profissional. Quer mais dicas de como esquentar a rede, confira o artigo: (HIPERLINK)

#6 Entrevista: Se você seguiu as dicas anteriores mais cedo ou mais tarde vai ser convidado para entrevistas e processos seletivos. E nessa fase, prepare-se para entrevistas. Estude a empresa e a vaga, chegue preparado para uma conversa sobre sua carreira. Transmita segurança, boa energia e interesse na vaga. Mantenha a conversa cordial e animada, mas sem o uso de gírias e tomando cuidado com a comunicação informal. Lembre-se que o seu corpo também se comunica e a sua postura e atitude podem negar ou afirmar aquilo que você está dizendo.

#7 Persistência e foco: Não desanime, é possível que sua recolocação não aconteça na primeira entrevista que você fizer. Entenda que não existe o candidato certo e errado, e sim aquele que melhor se encaixa na vaga naquele momento. Portanto, peça feedback aos recrutadores, aprenda com seus deslizes, continue investindo no seu desenvolvimento profissional e entenda que quanto mais você se dedica ao seu objetivo, mais portas irão se abrir na sua jornada. Entenda que todo profissional bem sucedido na carreira também já recebeu muitos nãos no passado e, tudo bem, faz parte. Tudo no seu tempo.

Mylena Cuenca é headhunter na Trend Recruitment e formada em administração de empresas pela Universidade presbiteriana Mackenzie.

Moro propõe endurecer cumprimento de pena para crimes graves

O projeto de lei Anticrime que o governo federal vai enviar ao Congresso Nacional nos próximos dias prevê mudanças em 14 leis, entre elas, o Código Penal, a Lei de Execução Penal, a Lei de Crimes Hediondos e o Código Eleitoral. A intenção, segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, é combater a corrupção, crimes violentos e facções criminosas.

O ministro Sergio Moro apresentou hoje (4) a proposta a 12 governadores, vice-governadores e secretários estaduais de Segurança Pública, em Brasília. Mais cedo, ele conversou sobre o projeto com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

De acordo com a minuta do projeto, divulgado à imprensa, a iniciativa prevê alterações legais, elevando penas para crimes com arma de fogo. Além disso, o governo conta com o aprimoramento do mecanismo que possibilita o confisco de produto do crime, permitindo o uso do bem apreendido pelos órgãos de segurança pública.

As medidas visam ao endurecimento do cumprimento da pena para crimes considerados mais graves, como roubo, corrupção e peculato que, pela proposta, passa a ser em regime inicial fechado.

O projeto pretende deixar claro que o princípio da presunção da inocência não impede a execução da condenação criminal após segunda instância.

A reforma do crime de resistência, introduzindo soluções negociadas no Código de Processo Penal e na Lei de Improbidade, é uma das propostas, contando também com medidas para assegurar o cumprimento da condenação após julgamento em segunda instância, aumentando a efetividade do Tribunal do Júri.

De acordo com o projeto, será considerado crime arrecadar, manter, movimentar ou utilizar valores que não tenham sido declarados à Justiça Eleitoral, popularmente chamado de caixa dois.

Outro ponto conceitua organizações criminosas e prevê que seus líderes e integrantes, ao serem encontrados com armas, iniciem o cumprimento da pena em presídios de segurança máxima. Condenados que sejam comprovadamente integrantes de organizações criminosas não terão direito a progressão de regime. A proposta ainda amplia – de um para três anos – o prazo de permanência de líderes de organizações criminosas em presídios federais.

Em carta, Fagner Fernandes sai da base do Governo

Caros amigos eleitores,

Eu me coloco mais uma vez ao lado daqueles com quem tenho compromisso: o povo. A situação política ficou difícil, sem diálogos com o Executivo, a prefeita não nos abriu espaço para que juntos pudéssemos construir uma Caruaru melhor, e agora além de nos obrigar a votar em projetos que atenderiam apenas a seus interesses, ela não nos permite discutir ou apresentar propostas diferentes.

Entendo que na vida pública nós temos que assumir uma posição e a minha missão é legislar ao lado do povo, nem que isso me custe caro, mas sei que a população caruaruense é sábia e consciente politicamente, de forma a entender minha atual atitude.

Diante da conjuntura, assumo meu desligamento da base governamental atual. Me posiciono como oposição independente, consciente, sem questões pessoais, na qual discutiremos propostas visando apenas o bem-estar de nossa população. Estou ciente de que estou no caminho certo, no qual estamos plantando um legado para nossas gerações futuras com compromisso e democracia.

“É possível ser um homem público digno, se acima do poder, lançar-se amor em suas atitudes”. Lysia Ramalho Marinho

Vereador Fagner Fernandes (Avante)

Caruaru,04 de fevereiro de 2019

Hospital Mestre Vitalino abre processo de seleção

O Hospital Mestre Vitalino (HMV) está com processos seletivos abertos desde o mês de janeiro, apenas as vagas destinadas as pessoas com deficiência (PCD) são de contratação imediata. Todos os demais cargos são CADASTRO DE RESERVA, onde a contratação será realizada de acordo com a necessidade do serviço. Os interessados devem encaminhar currículo para o email: rh.hmv@hospitalmestrevitalino.com.br. No assunto do e-mail devem constar o nome completo do candidato e a função pleiteada.

RELAÇÃO DE CARGOS:

PCD

ENFERMEIRO

TÉC. DE ENFERMAGEM

COPEIRA

AUXILIAR DE COZINHA

NUTRICIONISTA

MAQUEIRO

PORTEIRO

AUXILIAR DE FARMÁCIA

ASSISTENTE DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

CADASTRO DE RESERVA

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

ASSISTENTE ADMINISTRATIVO

FLEBOTOMISTA

TÉC. EM MANUTENÇÃO

Finizola vai liderar bloco de Oposição na Câmara

O vereador Daniel Finizola (PT) foi escolhido como o novo líder do bloco de oposição na Câmara Municipal de Caruaru. Daniel substitui Alberes Lopes (PSC), licenciado do cargo para cumprir função no Governo do Estado, e lidera o grupo formado pelos vereadores Galego de Lajes (PSD), Marcelo Gomes (PSB) e Sérgio Siqueira (Avante).

“Assumimos agora um importante papel. Tudo foi dialogado com os vereadores que se organizam quanto oposição e a partir disso, nosso mandato ocupa agora a liderança do campo de oposição na Câmara. Os trabalhos já começaram. Juntos, vamos fiscalizar e acompanhar as ações da prefeitura. Já temos uma boa agenda de trabalho organizada e vamos cobrar que os serviços prestados à população caruaruense sejam melhores e mais eficientes”, destaca Daniel.

O recesso parlamentar teve fim na última sexta-feira, 01. E a primeira sessão ordinária de 2019 será já nesta terça-feira, 05, ás 16h.

Reinventar-se em diversos contextos é demanda do mercado de trabalho

“Tudo que deu certo no passado, pode não dar mais certo nos dias de hoje. Se não tivermos a capacidade de se reinventar, resetar e buscar o novo, nós iremos viver das conquistas do passado. E essa é a grande dificuldade que temos no mercado, dificuldade de se reinventar e ter os jovens profissionais chegando em um mercado que requer uma preparação que não está se tendo no processo de educação. Precisamos assim ajudar o jovem e o mercado a estar mais preparado para as novas realidades, inclusive nas novas habilidades que são essências hoje, as chamadas soft skill, como adaptabilidade, criatividade e colaboração. Por isso, dizemos que se contrata o profissional pela área técnica, mas demite-se pelo comportamental”, destacou a executiva Paula Carneiro Leão, criadora do Programa PEDAL (programa de desenvolvimento comportamental), na última quarta (dia 30), durante o painel “Novo Profissional do Novo Mercado”, na Faculdade Egas Moniz, evento promovido com diversos nomes da administração, gestão de negócios e empreendedorismo para discutir o mercado do futuro e o perfil profissional para este cenário.

De acordo com a especialista em desenvolvimento de talentosos para o mercado, selecionar os jovens para as vagas não é o problema, mas fazer com que eles se interessem em continuar é outra questão porque essa nova geração quer trabalhar com o brilho no olho, sem se frustrar no empreendimento, no negócio, no mercado.

“Ajudar a formar uma geração a se reinventar e ter uma nova percepção do mundo ao redor é um dos nossos gargalos, que passa pela questão da educação. Afinal, o comportamento do consumidor mudou, mas a educação não mudou. E enquanto não mudarmos a cultura da nossa geração, não conseguiremos evoluir em alguns processos no mercado de trabalho. Por isso, é louvável as escolas e as faculdades que ousam fazer uma educação diferente, uma educação em que o aluno não seja um robô”, completa.

A executiva ponderou que o impacto das novas tecnologias e da inovação exige uma criatividade que é uma das maiores demandas que temos no mercado, uma criatividade que todo mundo tem, porém, mão é exercitada, em um bate-papo com estudantes, recém-formados, profissionais, empresários, empreendedores e consultores.

Para discutir as novas competências e habilidades para o futuro profissional no mercado de trabalho na modernidade, nas áreas de administração, recursos humanos e ciências contábeis, participaram ainda do evento estudantes e profissionais pernambucanos na sede da instituição de ensino superior. Contribuíram com este painel a empresária Delma Soares, executiva da Nutrihouse Refeições Corporativas, empresa com 30 anos de atuação no ramo de refeições coletivas/ industriais com atuação em diversos estados do país; o presidente do Conselho Regional de Contabilidade, José Gonçalves Campos Filho, sócio e diretor presidente da Campos & Garcia Consultores e Contadores; e a administradora Juliana Carvalho, gerente de Recursos Humanos no Grupo Nutrihouse.

Com apresentação do fundador do Papo de universitário, Marcos Strider (foto), psicólogo cognitivo Comportamental e idealizador MindProFit, os participantes do encontro puderem entender o novo contexto dos negócios empresariais, do mercado de trabalho na área de gestão e as habilidades e competências que são exigidos pelos profissionais, em especial de administração e ciências contábeis, que é um dos vinte cursos mais procurados nos dias de hoje.
“Essa discussão é importante, pois todos os mercados estão precisando se reinventar e o novo exige um recomeço, uma reaprendizagem. E para isso é importante ressignificar os profissionais, pois está tudo mudando muito rápido. Vimos isso acontecer com o vídeo cassete e com os tele-taxis”, comenta o empreendedor Marcos Strider.

E é, desta forma, que o painel, que é o primeiro de uma série de encontros, pretende aproximar estudantes e profissionais de áreas de atuação da instituição com a realidade do mercado e com os cenários que se aproximam que estão pautados nas tecnologias e em inovações disruptivas.

“Atuar em um cenário diverso exige competências que vão além daquelas que são específicas de cada área. Em outras palavras, os profissionais precisam ter a habilidade para trabalhar colaborativamente com outras áreas. O que para muitos que já estão no mercado tem sido uma grande dificuldade. Neste sentido, a formação interdisciplinar visa formar profissionais que não tenham a complexidade da realidade como uma barreira, mas sim como uma oportunidade. É esta realidade tecnológica e com forte inovação que torna certo o amplo leque de oportunidades à disposição dos profissionais, mas não de todos, apenas daqueles que em seu processo de formação, e aqui coloco formação de forma ampla – formal e não formal – com modelos interdisciplinares que os desafiaram a enxergar oportunidades em contextos diversos e complexos”, comenta o administrador de empresas e consultor Albert Einstein da Silva da Pratticca Consultoria, que também atua como coordenador dos cursos de Administração e Ciências Contábeis da Faculdade Egas Moniz.

Por: Ivelise Buarque

Rede Municipal de Ensino volta às aulas nesta quarta-feira (06)

Nesta quarta- feira (06), a Prefeitura de Caruaru inicia o ano letivo, 2019, da rede municipal de ensino. Ao todo cerca de 42 mil estudantes da cidade e do campo retornarão as salas de aula. Já as aulas das Escolas em Tempo Integral terão início no próximo dia 12.

Para cumprir o calendário escolar de 200 dias letivos, previstos na Lei de Diretrizes e Bases (LDB), a previsão de encerramento do ano letivo é do dia 20 de dezembro.

Os pais ou responsáveis que ainda não matricularam os seus filhos devem procurar a Secretaria de Educação para que os estudantes sejam encaminhados para as escolas mais próximas de suas residências, onde tiver vaga disponível.

/**/

Profissionais das Escolas em Tempo Integral terão formação continuada

A Secretaria de Educação promove entre os dias 05 e 08, deste mês, a Semana de Formação das ETIs (Escolas em Tempo Integral). A capacitação que acontecerá das 8h às 12h e das 14h às 17h, na Escola Municipal Professora Josélia Florêncio, que fica localizada no bairro São João da Escócia.

O objetivo é apresentar, em linhas gerais, o modelo Pedagógico e de Gestão da Escola da Escolha. A formação tem como público alvo professores, coordenadores pedagógicos e equipe gestora, além de estudantes protagonistas da rede municipal e estadual de ensino.

A culminância do evento, acontecerá no dia 08, no auditório da Secretaria de Educação com a participação de pais e alunos. As aulas das Escolas em Tempo Integral terão início no próximo dia 12.

Agências buscam novos modelos para atender PMEs e startups

Responsáveis por mais de um quarto da economia brasileira – segundo dados do Sebrae –, as PMEs finalmente encontram agências de marketing desenhadas para atender suas especificidades. Embaladas pelo meio digital e com modelos capazes de atender um grande volume de clientes, essas empresas oferecem serviços que antes eram quase exclusivos a companhias que podiam desembolsar fees mensais na casa dos cinco dígitos.

A mudança de paradigma aconteceu em paralelo ao surgimento das startups. “As agências se inspiraram no formato inovador, enxuto e moderno desse nicho, que também precisa de serviços de comunicação, e buscaram novas maneiras de fazer negócios tradicionais, de uma forma mais barata e desenhada para esse público”, avalia Michel Bekhor, fundador da assessoria de imprensa Press Works (www.pressworks.com.br).

Fundada em 2012, a Press Works lançou a possibilidade da divulgação à mídia de pequenos empresários e empreendedores que podem contratar um serviço único. “Isso nos permitiu atingir um grande número de clientes que não tinham necessidade de uma assessoria fixa, mas sim de um trabalho pontual”, aponta Michel.

Em geral, as agências que atendem esse mercado apostam em atendimento remoto, para baratear o serviço e ter um maior alcance. Saem as constantes reuniões físicas entre a empresa e os clientes e entra uma relação mais dinâmica, baseada em canais digitais. Da mesma forma, a organização da equipe também se reconfigura: é raro encontrar profissionais responsáveis por poucas contas. No lugar disso, há um atendimento geral de centenas de contratantes.

A partir desse arranjo, elas se tornaram mais atrativas em comparação aos freelancers que trabalhavam de forma autônoma para atender PMEs. Ainda que estes profissionais fossem capazes de desempenhar a tarefa de forma competente, agências mais estruturadas criaram uma base para a evolução do marketing no mercado de pequenas empresas.

No caso da Press Works, a assessoria de imprensa passou a mirar cada vez mais estratégias omnichannel, que incluem a divulgação na mídia com outros benefícios, como link building. Da mesma forma, outras agências se voltaram em áreas diversas do marketing para PMEs. A Webfoco, por exemplo, trabalha com direcionamento para publicidade digital e é parceira do Google, enquanto a WP SEO Boost se especializa em melhorar o rankeamento dos clientes em buscadores online.

“O meio digital é o suporte principal para atuação dessas agências e também onde miram seus esforços”, diz Michel. “É um novo cenário benéfico especialmente para os clientes, que mesmo com orçamento limitado agora conseguem acessar serviços de marketing que antes eram exclusivos a grandes nomes”, afirma.

Sobre a Press Works

Assessoria de imprensa voltada para PMEs e startups. Fundada em 2012, a Press Works oferece serviços de assessoria de imprensa, link building, marketing de conteúdo e mídias sociais num modelo sob demanda, acessível mesmo para clientes com orçamento apertado. Já atendeu mais de mil empresas e prepara-se para lançar um aplicativo. www.pressworks.com.br.