Políticos repercutem prisões de Michel Temer e Moreira Franco

A prisão preventiva do ex-presidente Michel Temer e do ex-ministro Moreira Franco foi o assunto mais comentado no Congresso Nacional nesta quinta-feira (21). Os caciques do MDB são acusados de receber propina de obras relacionadas à Usina Nuclear Angra 3, no Rio de Janeiro.

De acordo com os investigadores, Temer estaria envolvido em um esquema de corrupção que movimentou um bilhão e 800 milhões de reais nos últimos 40 anos. O presidente Jair Bolsonaro, que está no Chile, afirmou que cada um deve responder pelos seus atos.

“A justiça nasceu para todos e que cada um responda pelos seus atos. E o que levou a esta situação, pelo que parece, são os acordos políticos dizendo-se em nome da governabilidade. A governabilidade você não faz com este tipo de acordo no meu entender. Se faz indicando pessoas sérias e competentes ao integrar o seu governo. É assim que eu fiz no meu governo: sem acordo político, respeitando a Câmara e o Senado brasileiro”, afirmou Bolsonaro.

O deputado Daniel Coelho (PPS-PE) defende que o país tem um erro na cultura política e que esse cenário só vai mudar se o povo defender a autonomia da Lava Jato, do Ministério Público e da Polícia Federal.

“Nós temos governadores, ex-presidentes da Câmara, dois ex-presidentes da República, todos investigados, sendo punidos, cada um pelos crimes que cometeu. Se a gente quer limpar o Brasil, a gente vai agir desta forma. É evidente que tem um erro na cultura política brasileira. Não é a toa que dois ex-presidentes de posições antagônicas estão presos hoje no Brasil. Então há um erro na cultura política. Só vai consertar, se a gente defender a autonomia da Lava Jato, a autonomia do Ministério Público e da Polícia Federal para que eles façam o seu trabalho”, ressaltou o parlamentar.

De acordo com o deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), apesar de ser uma vergonha para o país ter outro ex-presidente da República preso, isso mostra que a justiça está sendo feita.

“O desejo da população brasileira é de que as investigações, os processos criminais contra quem desviou o dinheiro público, prossigam. Portanto, certamente, é uma boa notícia essa prisão para o país, é um sinal de que a justiça está sendo feita e começam a responder, perante os tribunais e atrás das grades, àqueles que já deveriam estar presos há muito tempo. Certamente, um ex-presidente da República que é preso é, de um lado, uma vergonha para um país, mas, de outro lado, é um sinal de que a justiça está sendo feita, não importa contra quem”, comentou o deputado.

As prisões preventivas realizadas nesta quinta-feira (21) foram pedidas pelo Ministério Público Federal e determinadas pelo juiz da 7ª Vara Federal Criminal, Marcelo Bretas. Este é mais um desdobramento da Lava Jato, que investiga os pagamentos ilegais direcionados para políticos durante a construção da usina nuclear. Na investigação, são apurados crimes de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro.

A defesa do ex-presidente Michel Temer entrou com pedido de habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) na tarde desta quinta-feira (21). O recurso já está nas mãos do desembargador federal Ivan Athié, e, até o término desta edição, estava sob análise.

Coordenadora do Ministério da Saúde esclarece formas de transmissão da Hanseníase

O Brasil e o mundo ainda enfrentam uma das doenças mais antigas de que se tem conhecimento. A Hanseníase apavorou muita gente desde os tempos bíblicos, o que faz com que informações falsas circulem até hoje. Muita gente acredita, por exemplo, que ela pode ser transmitida apenas ao encostar em um doente ou em algum objeto supostamente contaminado. Por isso, para esclarecer os mitos e verdades sobre a transmissão da doença, conversamos com a coordenadora-geral de Hanseníase e Doenças em Eliminação do Ministério da Saúde, Carmelita Ribeiro Filha.

“A forma de transmissão da doença é por vias aéreas superiores, ou seja, é pelo falar, pelo tossir, respirar… A transmissão não é tão fácil, precisa ser da forma multibacilar, estar sem tratamento e de uma convivência longa. Não é em um primeiro [contato] que vai transmitir. Então, precisa separar roupa? Não precisa. Precisa separar talheres? Não precisa. Precisa ter medo de compartilhar banheiro, coisas íntimas? Não precisa, porque a transmissão não é por esse meio, a transmissão é por vias aéreas superiores”.

O importante é ficar atento aos sinais do seu corpo. Ao surgimento de qualquer mancha que tenha a perda ou diminuição da sensibilidade ao toque, ao calor ou frio, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima. Quanto mais cedo o diagnóstico, menores as chances de sequelas. A Hanseníase tem cura e o tratamento está disponível gratuitamente no SUS. Por isso, não esqueça: identificou, tratou, curou. Para mais informações acesse saúde.gov.br/hanseníase. Ministério da Saúde, Governo Federal. Pátria Amada Brasil.

Projeto Novas Oportunidades insere jovem da Funase em vaga formal de emprego

Um socioeducando da Casa de Semiliberdade (Casem) Caruaru foi aprovado para uma vaga de emprego formal ofertada por meio do Projeto Novas Oportunidades. O jovem está trabalhando como engraxate no Fórum Juiz Demóstenes Batista Veras, no município, e aplicando o conhecimento adquirido durante aulas de capacitação profissional das quais participou anteriormente. A iniciativa é promovida pela Gerência Geral de Atendimento Socioeducativo da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco (SDSCJ) e beneficia egressos ou jovens prestes a deixar a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase).

O socioeducando está dando expediente de segunda a sexta-feira, atendendo advogados que atuam no fórum. Além da remuneração, o jovem terá direito a vale-transporte e a uma ajuda para custear a alimentação. “Esse programa é uma grande oportunidade para o socioeducando exercer as técnicas passadas no curso, além de possibilitar que ele tenha contato com o mundo do trabalho em um local tão qualificado como o Fórum de Caruaru. É gratificante ver um jovem da nossa unidade trabalhando formalmente e criando novos projetos de vida”, ressaltou a coordenadora geral da Casem Caruaru, Anabel Brandão.

O Projeto Novas Oportunidades é destinado a adolescentes e jovens de ambos os sexos e com idades entre 12 e 22 anos. O objetivo é favorecer ações que promovam mudanças no projeto de vida do público atendido e a redução do índice de reincidência em atos infracionais. Socioeducandos e ex-socioeducandos que desejam participar recebem acompanhamento técnico para a transformação ou superação de circunstâncias adversas, facilitando seu ingresso no mercado de trabalho e o restabelecimento de convívios sociais.

Imagem: Divulgação/TJPE

Prefeitura de Caruaru anuncia troca de secretários

A Prefeitura de Caruaru informa que Bruno França será o novo titular da Secretaria de Sustentabilidade e Desenvolvimento Rural. José Carlos Menezes está deixando o comando da secretaria. A prefeita Raquel Lyra agradece aos serviços prestados. O secretário executivo de Serviços Públicos, Ytalo Farias, agora é o novo titular da pasta na qual já atuava.

Uma excelente pedida para o fim de semana é a Sala Recife, o Boteco Chic

O Boteco Chic (Sala Recife) do Asala está dando o que falar. O espaço, que foi aberto em parceria com a Devassa/Vitória Distribuidora, oferece 15 rótulos de cervejas da Devassa, Eisenbahn, Baden Baden, KirinChiban, entre outras. Para harmonizar com a nova carta de petiscos de boteco, estão deliciosos caldinhos, pastéis, mix de defumados…

Agora, além das tradicionais delícias do cardápio do Asala, você tem um novo local para curtir com seus amigos os jogos de futebol, tênis, NBA, Surf (WSL), Fórmula 1…

O Asala funciona na Avenida Marcionilo Francisco, na esquina com a Rodrigues de Abreu, no Bairro Maurício de Nassau.

Conab aponta queda do preço da maçã

O preço da maçã apresenta tendência de queda no atacado em março. Após a fruta ter ficado mais cara nas centrais de abastecimento, no último mês essa alta entrou em fase de desaceleração com o início da colheita do tipo gala, aumentando a oferta do produto de boa qualidade no mercado. É o que aponta o 3º Boletim Prohort, divulgado nesta quinta-feira (21) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

De acordo com os dados do sistema de acompanhamento de preços diários, apurados pelo Programa Brasileiro de Modernização do Mercado Hortigranjeiro (Prohort), a primeira quinzena deste mês aponta para estabilidade ou queda nos valores da maçã nos entrepostos atacadistas. Este comportamento deve manter-se com o aumento da demanda, uma vez que o setor ainda espera a intensificação da colheita na variedade fuji.

No sentido contrário da fruta, a cebola registrou redução generalizada nos preços nas principais Centrais de Abastecimento (Ceasas) do país, em fevereiro. Isso indica que o valor de comercialização da hortaliça em março tende a se elevar.

“Devido às condições climáticas, em fevereiro o agricultor teve que colocar sua produção no mercado, o que elevou a quantidade de oferta da cebola na época. Com o excesso de demanda no mês anterior, a tendência agora é que haja menos produto no mercado, ampliando a possibilidade da entrada de cebola importada, o que aumenta os custos para o consumidor”, ressalta a gerente de Modernização do Mercado Hortigranjeiro da Conab, Regina Santos.

No caso da batata, a interrupção da colheita em fevereiro, ocasionada pelas constantes precipitações, influenciou na alta do tubérculo no atacado. Neste mês de março, há tendência de alta nos preços, que deverá ser confirmada a depender do clima. “Caso as chuvas continuem, a colheita pode ser afetada, contribuindo assim para a manutenção dos preços em patamares elevados. Já se houver estiagem, o aumento da oferta de batata pode iniciar um movimento de queda nos mercados atacadistas”, explica Regina.

Alface, cenoura, tomate, banana, melancia, mamão e laranja também tiveram a comercialização analisada. Acesse a íntegra do 3º Boletim e mais sobre o comportamento das frutas e hortaliças.

3ª edição do Mega Day no Caruaru Shopping

O Caruaru Shopping estará realizando, no dia 10 de abril, a 3ª edição do Mega Day. Para que os clientes possam aproveitar as promoções com maior conforto e comodidade, o centro de compras e convivência funcionará em horário especial: das 8h à 0h.

Será um dia inteiro com muitas ofertas nas mais de 200 operações do Caruaru Shopping. Na primeira megaliquidação do ano, as lojas estarão trabalhando com descontos de até 70% nos mais diversos segmentos: eletroeletrônicos, moda, lazer, gastronomia e muito mais.

“Devido ao grande sucesso das edições anteriores, quando as nossas lojas ofereceram descontos de verdade, o Mega Day está sendo bastante aguardado. Com certeza trata-se de uma grande oportunidade para quem deseja adquirir algum produto”, afirmou Walace Carvalho, gerente de Marketing do centro de compras e convivência. “A expectativa é de um crescimento de 23% em relação à edição anterior”, completou.

O Caruaru Shopping fica localizado na Avenida Adjar da Silva Casé, 800, no Bairro Indianópolis.

ARTIGO — O aviso prévio proporcional no tempo de serviço

Paulo Sergio João é advogado, professor de Direito Trabalhista da FGV e PUC-SP

A Lei nº 12.506/2011, que regulamentou o aviso prévio proporcional ao tempo de serviço, previsto no inciso XXI, do artigo 7º, da Constituição Federal, ainda traz aspectos controvertidos na sua aplicação, em especial quanto a inclusão dos dias adquiridos no tempo de serviço do contrato de trabalho.

Já tem pacificada sua intepretação de que se trata de um direito exclusivo dos trabalhadores e que não admite a reciprocidade de indenização quanto aos 30 dias da lei ordinária. Consoante jurisprudência, o TST tem se orientado neste sentido conforme ementa da lavra do Ministro Maria Cristina Irigoyen Peduzzi (E-RR-987-25.2013.5.04.0008), julgado em 06/09/2018 pela Subseção I Especializada em Dissídios Individuais:

“Com a ressalva de meu entendimento, a C. SBDI-I já decidiu que a proporcionalidade do aviso prévio, prevista na Lei nº 12.506/2011 , é um direito exclusivo do trabalhador, de modo que sua exigência pelo empregador impõe o pagamento de indenização pelo período excedente a 30 (trinta) dias (E-RR-1964-73.2013.5.09.0009, Relator Ministro Hugo Carlos Scheuermann, SBDI-I, DEJT 29/9/2017)”.

Todavia, ainda subsiste celeuma em torno do reflexo dos dias adquiridos pelos anos de trabalho na empresa como tempo de serviço do contrato de trabalho para efeitos rescisórios, tal como já dispunha a CLT no art. 487, §1º, advertindo que o aviso prévio não trabalhado deve ser considerado como tempo de serviço para todos os efeitos legais, projetando, portanto, a proteção obreira até que o tempo de aviso seja expirado (art. 489 da CLT). Efetivamente, neste caso, a lei traz uma faculdade para o empregador de dispensar o trabalho no período de aviso sem excluir os efeitos jurídicos decorrentes no tempo do contrato para sua terminação.

Desta feita, o valor decorrente do acréscimo de 3 dias por ano de serviço na empresa, para fins de pagamento de aviso prévio proporcional, é excluído da natureza jurídica salarial, porquanto não há a possibilidade de exigir a permanência do empregado na empresa além dos 30 dias. Ao empregador não é dado esta faculdade porque seria absolutamente contrário aos princípios de proteção e de liberdade ao trabalho. Neste sentido, parece que seria razoável o entendimento de que corresponde o acréscimo de tempo em valorização exclusiva do período tradicional de 30 dias, para fins indenizatórios, conforme asseverado pela ementa supra transcrita.

No nosso sentir, a aquisição pelo empregado do direito ao aviso prévio proporcional, ultrapassados os primeiros 12 meses de trabalho, envolve a valorização do tempo de trabalho dispendidos pelo empregado para o empregador. É um direito adquirido pelo passado, de livre disposição do empregado, que dele pode abrir mão quando demissionário, mas que não teria projeção para contagem no tempo do serviço do contrato, valendo a insistência e justificativa pela ementa retro citada: “é um direito exclusivo do trabalhador, de modo que sua exigência pelo empregador impõe o pagamento de indenização pelo período excedente a 30 (trinta) dias”, o que está a justificar a impossibilidade de o empregador exigir o seu cumprimento e o respectivo desconto em verbas rescisórias. Também o empregado que tenha adquirido esta valorização do aviso prévio, não poderá exigir do empregador sua permanência no emprego até escoado o seu tempo.

O Ministério do Trabalho e Emprego, à época da aprovação da Lei nº 12.506/11, em 7 de maio de 2011, emitiu Norma Técnica nº 184 em que, além de reforçar a exclusividade do direito vis à vis o empregado, acentua a necessidade de contagem de tempo de serviço para todos os efeitos legais. Data venia, referida Norma Técnica é mera interpretação administrativa e não tem fundamento jurídico, razão pela qual desvinculada da aplicação razoável da natureza jurídica indenizatória dos dias acumulados, ratificando a impropriedade de contar como tempo de serviço.

Um dos argumentos que pretende sustentar a inclusão do tempo de serviço da majoração do valor da remuneração do aviso prévio insere-se na OJ 367 SDI I, de 12/2008, do TST (portanto anterior à Lei nº 12.506/11) e que trata da projeção no tempo de serviço do contrato o período de aviso prévio previsto em norma coletiva, quando esta silencia sobre seus efeitos. Ainda que aqui se pretenda a interpretação pela condição mais benéfica, a mesma interpretação não se poderia dar quando se trata de lei, valendo o brocardo de que quando o legislador não distingue não cabe ao intérprete fazê-lo.

A controvérsia permanece. Os possíveis efeitos decorrentes da interpretação de que os dias adquiridos a título de valorização do aviso prévio no tempo de serviço dos empregados devem merecer atenção pois, se assim for, nas dispensas sem justa causa o tempo de serviço poderá fazer incidir entre outras, a obrigação de pagamento da indenização adicional, reajustes normativos, a proteção da estabilidade da gestante no curso do aviso prévio, o tempo para incidência da prescrição.

Passagem de linhas rurais ficam mais baratas

Em um esforço para tornar as passagens de ônibus mais acessíveis aos usuários, a Associação das Empresas de Transporte de Passageiros de Caruaru (AETPC) protocolou junto à Autarquia Municipal de Defesa Social Transito e Transporte ( Destra) um ofício que trata da criação da Zona Rural 4, uma junção de linhas rurais que terão o valor das passagens ajustadas. O R4 será composto pelas seguintes linhas:

Nossa Senhora das Graças / Caruaru
Peladas/ Caruaru
Murici / Caruaru
Lagoa Paulista / Caruaru
Serra dos Cavalos / Caruaru
Taquara de São Pedro / Caruaru
Maniçoba/ Caruaru via Xique-xique
Nina Liberato / Caruaru
Lajedo do Cedro / Caruaru
Serra Velha / Caruaru
Rafael / Caruaru
Vasco / Caruaru
Agreste de Pau Santo / Caruaru
Terra Vermelha / Caruaru
Brejo Velho / Caruaru

O novo valor das passagens empregadas na zona rural 4 ( R4) será de R$3,15 ( para tarifa embarcada), R$2,84 (para usuários do LEVA Comum), R$3,70 ( para usuários do LEVA Vale Transporte) e R$ 1,82 ( para usuários do LEVA Servidor e Estudante). O novo valor passa a vigorar no próximo domingo (24).

As demais linhas da zona rural que não fazem parte da R4, não terão seu valor alterado.

De acordo com o diretor institucional da AETPC, Ricardo Henrique, a criação da R4 visa favorecer os usuários dessas localidades e estimular a utilização do transporte público. “ O ajuste tarifário das linhas que compõe a R4 vai tornar as passagens mais acessíveis aos usuários e estimular o uso do transporte público, garantindo aos usuários um acesso ao um serviço regular com conforto, confiabilidade e segurança no seu trajeto”, disse.

Campanha de vacinação tem início na próxima segunda

Entre os dias 25 e 29 de março, a Secretaria de Saúde de Caruaru, numa ação conjunta entre o Programa Nacional de Imunização (PNI) e o Aprender com Saúde, realiza uma campanha de vacinação contra HPV e Meningite nas escolas municipais e em todas as Unidades Básicas de Saúde.

Para a vacinação do Papiloma Vírus Humano (HPV), o público-alvo são meninas de 9 a 14 anos; meninos de 11 a 14 anos e pessoas de qualquer sexo entre 9 e 26 anos vivendo com HIV, transplantados, oncológicos. A segunda dose é aplicada seis meses após a primeira, em qualquer UBS e em qualquer dia.

Já para a Meningite a vacina é aplicada na criança aos três, cinco e 12 meses de idade e reforçada na adolescência. Com a nova faixa etária, os meninos e meninas de 11 a 14 anos estão aptos a tomar o reforço da meningocócica. Não é necessária outra dose.

O programa Aprender com Saúde vai levar a vacinação para dentro das escolas seguindo um cronograma que atenderá as unidades de ensino da zona urbana e rural. “É preciso os pais estarem atentos ao calendário que está sendo divulgado nas escolas para enviar o cartão de vacina pela criança no dia correspondente”, explicou a coordenadora do PNI, Sarah Rafael.

Os pais também podem levar os filhos para tomar as vacinas nas Unidades Básicas de Saúde do bairro onde mora ou, se for área descoberta, nos Centros de Saúde de Caruaru. (Ana Rodrigues – São Francisco, Indianópolis, Boa Vista e Cedro). O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30. É preciso levar o cartão de vacinação e o cartão do SUS.

Confira o cronograma das escolas que serão atendidas:

25 de março (segunda-feira)

Escola Pedro de Souza

Escola CAIC

Escola Leudo Valença

Escola João Pontes

Escola Leudo Valença

Escola Santo Amaro

Escola Profº Machadinho / Colégio Batista / Colégio Sagrada Familia

Escola Kermógenes

Escola Municipal Jose Clemente de Souza

Escola Maria Digna

Escola Tabosa de Almeida

Escola Maria Alice / Escola Típica Rural

26 de março (terça-feira)

Escola Mestre Vitalino

Escola Municipal Álvaro Lins

Escola Luís Pessoa

Escola Profº José Laurentino Santos

Escola Casa do Trabalhador

Escola Profª Sinhazinha

ETI João Lyra Filho

Escola Municipal Capitão Rufino

Esc Mun Duda Umbuzeiro/ Esc Mun Manoel Valdevino Da Silva/ Esc Mun Joao Venio Da Silva/ Esc Mun Joao Venio Da Silva/ / Esc Mun Adelino Alves Da Silva/Esc Mun Alfredo Pinto Vieira De Melo

Escola Municipal Joaquim Nabuco

Maria José Bezerra Torres

27 de março (quarta-feira)

Escola Rubens de Lima

Escola Revelação

Escola Pe Pedro Aguiar

Escola Dom Bernadino Marchior

Escola Santos Anjos

Escola Municipal Cristina Tavares

Escola Maria Anunciada Rodrigues

Escola Maria de Lourdes Pepeu

Escola Municipal Manoel Limeira

Escola Intermediária Maria do Socorro

Escola Profª Iva do Carmo

Escola São Luiz de Gonzaga

Escola Intermediária Maria do Socorro

28 de março (quinta-feira)

Escola Municipal Presidente Kennedy

Escola Profª Margarida Miranda

Escola Nossa Senhora de Fátima

Escola Tereza Neuma

Casa da Criança

Escola Mestre Vitalino

Escola Municipal Prof Cesarina Moura Vieira Costa

29 de março (sexta-feira)

Escola Guiomar Lira

Escola Profª Margarida Miranda

Esc Municipal Gianete Silva

Escola Municipal Profª Josélia Florêncio

Escola Génesio Campos

Escola Dr. Oscar Barreto

Escola Josélia Florêncio

Escola Padre Zacarias

Escola Maria Cândida

Escola Municipal Maria Félix de Lima