Novo procurador-geral será empossado nesta sexta

Após passar por votação e ter sido escolhido na lista tríplice pelo governador Paulo Câmara (PSB), Francisco Dirceu Barros será empossado, amanhã, no cargo de procurador-geral de Justiça. A solenidade está marcada para às 15h, no Salão dos Órgãos Colegiados, na rua do Imperador Dom Pedro II, no Recife.

Barros foi um dos três mais votados na eleição para procurador-geral, realizada no dia 3 deste mês. Em seguida, escolhido pelo governador, dentre os nomes da lista tríplice, para ser o chefe do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) no biênio 2017-2018.

Bruno Lambreta toma posse na Câmara de Caruaru

DSC_7254 (1)Na tarde do último domingo, (1º), durante cerimônia realizada na Câmara Municipal , Bruno Lambreta(PDT), foi empossado como vereador para mandato de 2017 a 2020.

Como previsto, inicialmente os vereadores eleitos fizeram o juramento, em seguida foi realizada a votação para presidente da Casa Jornalista José Carlos Florêncio, a qual nomeou o vereador Lula Tôrres, para presidente durante o biênio 2017/2018. Por fim os vereadores foram chamados um a um, para assinatura do livro de posse.

Segundo Bruno Lambreta a tarde de domingo foi marcada pelo firmamento do compromisso com a população de Caruaru. “Empossado oficialmente damos a certeza de um trabalho comprometido com os caruaruenses e todas as comunidades da cidade, mais uma vez agradeço a todos que depositaram seu voto de confiança em nosso projeto”, pontuou Bruno.

Prefeito de Garanhuns é empossado

O prefeito reeleito Izaías Régis (PTB) tomou posse do cargo na tarde desse domingo (01). A cerimônia empossou, além do prefeito, o vice-prefeito, Haroldo Vicente (PSC) e a nova composição da Câmara de Vereadores do município. O primeiro momento aconteceu na Casa Raimundo de Moraes. Na ocasião, todos os políticos eleitos para o mandato 2017-2020 tomaram posse. Em seguida, Izaías Régis e Haroldo Vicente (PSC) assinaram o termo de assunção, em frente ao Palácio Celso Galvão – sede do Poder Executivo Municipal.

A vereadora reeleita Luzia da Saúde foi quem conduziu a reunião solene na Câmara. Os vereadores Zaquel Lins e Audálio Ramos foram convidados para atuar como 1º e 2º secretários, respectivamente, cabendo a estes receberem os diplomas e os envelopes com as declarações de bens dos eleitos, os quais foram conferidos na ocasião pelo 1º secretário. Neste momento, os vereadores eleitos foram convidados para ficarem de pé e proferirem o juramento, conforme determina o artigo 172 da Lei Orgânica Municipal.

Com os vereadores eleitos no último pleito já empossados, o prefeito e o vice-prefeito foram chamados para a entrega de seus diplomas e declarações de bens, e, posteriormente, para prestar o juramento. Com o prefeito e o vice empossados, estes foram chamados para assinar o termo de posse, bem como os vereadores.

No uso da fala, o prefeito Izaías Régis reafirmou o seu compromisso com o desenvolvimento de Garanhuns. “Nós assumiremos e já começaremos a trabalhar a todo vapor. Durante os dias de campanha não estabelecemos promessas com o povo de Garanhuns, mas firmamos compromissos. Garanhuns é uma cidade atrativa, uma cidade com um grande potencial de crescimento e é por isso que onde ainda não fomos, nós iremos. Vamos fortalecer a economia, trazer geração de emprego e renda para nosso povo. Eu não vou parar de trabalhar por essa cidade”, declarou Régis.

O vice-prefeito falou sobre sua parceria ao lado do prefeito a fim de buscar o melhor para Garanhuns. “O prefeito pode ter certeza que poderá contar comigo em todos os momentos. Eu assumo o compromisso de fazer de tudo para contribuir com a gestão. Eu e Izaías já éramos amigos e agora continuaremos juntos para trabalhar por uma Garanhuns melhor”, comentou Haroldo. Em seguida, a reunião foi suspensa por 30 minutos para a eleição da mesa diretora do biênio 2017/2018 da Câmara de Vereadores. Neste momento, o prefeito Izaías Régis, a primeira-dama Socorro Régis, o vice-prefeito Haroldo Vicente e sua esposa Joselita Barbosa se ausentaram da Casa e seguiram para a sede do Poder Executivo.

No Palácio Celso Galvão, foi realizada a solenidade de assunção do prefeito Izaías Régis. O ato foi iniciado com a execução do hino nacional brasileiro, com performance da Orquestra Sinfônica Manoel Rabelo. Em seguida, o secretário de Finanças Flávio Eloia foi convidado para representar os demais integrantes do primeiro escalão. Neste momento, o prefeito foi convidado para proceder a assinatura da portaria de nomeação do secretário que representa os demais. Em seguida, cumprindo a portaria Nº 1275/2016 –GP, de 7 de dezembro de 2016, a servidora pública municipal Teresa Cristina Veríssimo foi designada para proceder a leitura do termo de assunção do prefeito do município. O termo foi assinado pelo prefeito, vice-prefeito e servidora citada.

Ratificando o comprometimento com o futuro de Garanhuns, o prefeito e o vice fizeram o uso da palavra e, logo em seguida, o momento foi encerrado com a execução do hino de Garanhuns, que tem letra e música do poeta João Marques dos Santos.

Raquel Lyra e Rodrigo Pinheiro são empossados em Caruaru

“Os Caruaruenses podem ter certeza que iremos fazer um governo transparente e justo. Raquel e eu temos o compromisso de fazer com que Caruaru avance mais e vamos a cada dia lutar por essas melhorias.” Assim começou o discurso de posse do Vice Prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro (PSDB), no palanque montado na Prefeitura Municipal de Caruaru.

Mais cedo, ao lado da Prefeita Raquel Lyra (PSDB) e dos 23 vereadores na Câmara Municipal, foi empossado e muito emocionado foi bem recebido pelo povo no centro, “O povo é fundamental para o nosso governo, é por ele e para ele que estamos aqui, servir a população será um prazer nesses quatro anos”, destacou o Vice Prefeito.

Hoje será o primeiro dia de trabalho da Prefeita Raquel Lyra e do Vice Prefeito Rodrigo Pinheiro no Palácio Jaime Nejaim. Mas antes, Rodrigo irá juntamente com o secretário de Serviços Públicos, Humberto Correia Lima Júnior, visitar a feira da Sulanca e vistoriar quais os pontos que merecem mudanças.  

Marcelo Maranhão é empossado em Ribeirão

O prefeito eleito de Ribeirão, na Zona da Mata pernambucana, Marcello Maranhão (PSB), tomou posse, hoje, ao lado de sua vice, Karol Paiva (PP), no Clube da Maçonaria do município. Antes da cerimônia de posse, os vereadores eleitos assumiram o mandato e elegeram a Mesa Diretora da Câmara municipal. O presidente será o vereador Itamar Barcelos (PSB), o vice-presidente é Aguinaldo do Carnaval (PSB) e a primeira secretaria ficou com o vereador Israel Francisco (PSB).

Políticos viram alvo do Judiciário em posse de Cármen

Representantes do Judiciário fizeram duras críticas aos políticos na cerimônia de posse da ministra Cármen Lúcia na presidência do STF (Supremo Tribunal Federal) na tarde desta segunda-feira (12).

Ao discursar, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, citou nominalmente a operação Lava Jato e disse que a classe política tenta prejudicar os responsáveis pelos trabalhos.

Declarou ser inaceitável a reação do “sistema adoecido” contra a investigação, acrescentando que as “forças do atraso” vêm trabalhando de forma desonesta na “desconstrução da imagem” dos investigadores. Também disse que “o Brasil precisa mudar” e fazer uma depuração na política.

O ministro Celso de Mello, decano do Supremo, disse em discurso que o Brasil enfrenta um momento desafiador e criticou a corrupção na política. Afirmou “que se formou no âmago do poder estatal em passado recente uma estranha e perigosa aliança entre representantes do setor público e agentes empresariais” e que devem ser “punidos exemplarmente esses infiéis da causa pública, esses indignos do poder”.

As afirmações foram feitas mesmo diante da presença do presidente Michel Temer (PMDB); do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL); e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que ocuparam lugares na mesa do plenário.

Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e José Sarney (PMDB) também acompanharam a posse na mais alta Corte da Justiça brasileira, mas da plateia.

Na operação Lava Jato, Calheiros é réu, Lula foi denunciado, Sarney e Temer já foram citados em delações.

Cármen Lúcia evitou fazer menções diretas à política e afirmou que é necessário transformar o Judiciário. Ela prometeu dar transparência a propostas para aperfeiçoar o funcionamento do tribunal e tornar o país mais justo. “O Brasil é cada um e todos nós, o Brasil que quereremos que seja pátria mãe gentil para todos e não somente para alguns”, declarou.

Após posse, Temer reage a Dilma: “golpista é você”

Do UOL

O presidente Michel Temer, que assumiu o cargo na tarde desta quarta-feira (31) de forma efetiva, comanda neste momento a primeira reunião ministerial no Palácio do Planalto. Em fala aos ministros, aberta à imprensa, Temer rebateu as acusações de que seria “golpista”.

“E, no mais, contestar a partir de agora essa coisa de golpista. Dizer: golpista é você, que está contra a Constituição. Nós não propomos a ruptura constitucional, nós tivemos discrição absoluta. Jamais retrucamos palavras, imprecações em relação à nossa conduta”.

O presidente diz que foi de uma discrição absoluta, e, sem se referir à ex-presidente Dilma Rousseff, afirmou que agora não levará ofensa para casa. “As coisas se definiram, e é preciso muita firmeza.”

Após o encontro, há a previsão da coletiva dos ministros da área econômica para detalhar o envio do Orçamento no Planalto. O tempo da participação do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, na coletiva é incerto, já que ele embarcará com Temer na comitiva para a China.

O desejo do Planalto é que Temer embarque às 19 horas. Entretanto, com a possibilidade de atrasos, já foi prevista também uma nova possibilidade de voo às 21 horas.

Temer chega ao Congresso para tomar posse

Do Blog do Magno

Sob aplausos de líderes da base aliada, o presidente interino, Michel Temer, chegou há pouco no Congresso Nacional para cerimônia de posse.

Ele foi recebido pelos presidentes do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e se deslocou ao gabinete do presidente do Senado Federal para esperar a abertura da sessão solene.

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Gilmar Mendes, e o presidente do STF (Superior Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, também participaram da recepção.

Um dos que vieram acompanhar a posse é o ex-ministro do Turismo do governo interino Henrique Eduardo Alves, que deixou o cargo após a revelação de que mantém uma conta não declarada no exterior.

No Palácio da Alvorada

Em frente à porta do Alvorada, deputados do PT se revezam num banquinho para discursar para os militantes. Já falaram os deputados Paulo Pimenta, Wadih Damous e Érica Kokay. Em princípio, a previsão é que Dilma não deve vir falar com os manifestantes.

Definido o impeachment, Temer será empossado às 16h

Com o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) consumado no plenário do Senado, há pouco, o presidente interino Michel Temer (PMDB) convocará seus principais ministros e aliados para comparecerem ao Congresso Nacional na tentativa de dar peso político à sua cerimônia de posse.

A ideia discutida pelo Palácio do Planalto é que a solenidade, de meia hora, repita o formato da cerimônia realizada em 1992, quando Itamar Franco assumiu o posto após a queda definitiva de Fernando Collor de Mello (PTC-AL).

Em um aceno a deputados e senadores, o peemedebista pretende aproveitar a oportunidade para entregar a previsão orçamentária do próximo ano, anunciando que não incluirá a previsão de aumento de impostos.

A expectativa é que o Palácio do Planalto enfrente votações difíceis no início do governo peemedebista, como a proposta que estabelece um teto para gastos públicos e a reforma previdenciária. As duas enfrentam resistências no Congresso.

CERIMÔNIA

Com a previsão de um grande público, a solenidade será feita no plenário da Câmara, maior que o do Senado. O peemedebista fará um juramento à Constituição e será declarado empossado pelo presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL).

A sessão será aberta pelo presidente do Senado, que pedirá aos líderes da base aliada que busquem o novo presidente. No plenário, ele fará o juramento e entregará sua declaração de bens.

Na fala, ele irá se comprometer a manter, defender e cumprir a Constituição, além de respeitar as leis, promover o bem geral da população brasileira e sustentar a independência do país.

Concluído o juramento, será aberta a palavra ao presidente do Congresso, que irá declarar, então, o peemedebista empossado.

CHINA

Como Temer quer viajar no mesmo dia para a China, não deve ser promovida uma cerimônia de cumprimentos, como ocorre em solenidades de posse de presidentes eleitos.

A ideia é que, no mesmo dia, antes de embarcar para o país asiático, o peemedebista promova uma reunião ministerial para definir os rumos do novo governo e grave um pronunciamento em cadeia nacional de televisão e rádio que será exibido já na noite de quarta-feira (31).

Nesta terça-feira, Temer se reuniu com o marqueteiro Elsinho Mouco, publicitário oficial do novo governo, para fechar o formato do discurso para a televisão, que deve ter entre cinco e dez minutos.

/**/

HMV dá posse à nova Comissão Interna de Prevenção de Acidentes‏

Nova Cipa

A direção do Hospital Mestre Vitalino (HMV) deu posse, nesta última quinta-feira (02), à nova Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). O objetivo é que ela atue na prevenção de eventuais acidentes que podem ocorrer na unidade com seus colaboradores, pacientes ou acompanhantes. A Comissão é composta por 22 funcionários, sendo que 11 foram eleitos pelo quadro total de colaboradores do HMV. Os demais foram indicados pela direção do HMV.

A Comissão passou por um treinamento de duas semanas, compreendendo 20h de atividades teóricas e práticas que abordaram o tema segurança. Os integrantes tiveram treinamento como brigada de incêndio, aulas de primeiros socorros e segurança do trabalho.

Para a Presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, Renilde Melo, essa comissão visa observar e relatar de forma mais qualificada as condições de risco nos ambientes de trabalho a fim de reduzir ou até eliminar riscos existentes.