Indústria cresce em 2017 pela primeira vez em três anos, revela IBGE

Após três anos no negativo, a produção da indústria nacional voltou a crescer em 2017. Com o avanço da economia, que impulsionou a atividade nas fábricas, o consolidado do ano registrou um avanço de 2,5% na produção industrial. Os dados foram divulgados na quinta-feira (1) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Entre os ramos industriais, o que mais teve influência no resultado foi o setor automotivo, que cresceu expressivos 17,2% no ano passado, refletindo o aumento da demanda interna e também das exportações. Setores como os de informática, metalurgia e de extração foram importantes para consolidar a recuperação da indústria nacional.

André Macedo, gerente de pesquisas do #IBGE, comenta os resultados positivos da produção industrial nacional, que cresceu pelo quarto mês consecutivo, com avanço de 2,8% em dezembro de 2017. Assista:

Trajetória de crescimento

Para o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o resultado mostra que o Brasil entrou de vez na rota do crescimento econômico: “Isso consolida a informação de que a economia está se recuperando […] consolida nossa previsão de crescimento de 3% em 2018”, disse ele, após um evento em Brasília.

Músicos comemoram fortalecimento dos eventos pré-carnavalescos

Músicos (6)

Pedro Augusto

Na Capital do Forró, com o passar dos anos, o intervalo exato de Carnaval deixou de ser vivenciado por milhares de caruaruenses que, até então, faziam questão de permanecer na cidade para brincar nos bailes, desfiles e blocos realizados. Mas quem disse que não há mais folia voltada para época no território local? Tem sido principalmente na semana pré-carnavalesca que uma extensa gama da população não vem deixando o período passar em branco, festejando nas programações ainda existentes no município. Bom para cultura, que não tem ficado limitada apenas aos eventos juninos, excelente para economia, que tem sido impulsionada sempre a cada primeiro bimestre.

Prova disso é que centenas de trabalhadores – atuantes nos mais variados setores – e que também são músicos estão conseguindo incrementar os seus rendimentos ao integrarem as tradicionais orquestras de frevo, ditando o som do ritmo predominante. Já com vários carnavais no currículo como regente de orquestra, Paulo Roberto da Silva, ou melhor, “Paulo Quequé”, tem visto com bons olhos o fortalecimento da grade de programação dos eventos voltados para a Folia de Momo em Caruaru. Em entrevista ao VANGUARDA, na manhã da última segunda-feira (29), ele destacou a importância da chegada do Carnaval para diversos músicos locais.

“De uns anos para cá, a semana pré-carnavalesca vem se fortalecendo cada vez mais na cidade, o que tem demandado a participação de diversas orquestras de frevo, principalmente nas edições dos blocos. Isso tem sido muito importante, porque diversos músicos que são especializados em instrumentos de metais e de percussão vêm conseguindo aumentar os seus respectivos orçamentos durante este período. Em 2018, não está sendo diferente. Com o apoio financeiro que a Prefeitura vem dando para intensificar as realizações dos blocos, sem falar nas contribuições imprescindíveis de comerciantes locais, este ano eventos são o que não têm faltado para ajudar financeiramente a esses músicos”, analisou.

No intuito de fortalecer as programações direcionadas para a Folia de Momo, este ano a PMC lançou o projeto “Carnaval Caruaru Cultural”, que está disponibilizando oito polos de animação com toda infraestutura necessária para o bom andamento dos eventos. Para o dono da Orquestra do Pezão, José Edson Alves da Silva, mais conhecido como “Pezão”, tal investimento tem refletido na demanda por mais serviços de músicos. “Esse apoio que já está sendo dado pela Prefeitura é bastante legal, porque acaba despertando mais interesse por parte dos caruaruenses em colocar os seus blocos nas ruas. Consequentemente, mais orquestras precisam ser contratadas e todos acabam ganhando. Nossa orquestra mesmo se encontra com agenda cheia nestes próximos dias”, comentou.

O trombonista Sivonaldo da Silva, que até pouco tempo mal se apresentava em uma orquestra na Capital do Forró, comemorou o reforço na programação. “Recordo que éramos contratados para tocar nas lojas do comércio e em alguns blocos, que mal sabiam se iriam sobreviver até o outro ano. Agora, parece que a situação vem mudando, haja vista que os eventos vêm crescendo e a procura pelos nossos serviços também. Espero que daqui para frente a cidade comporte cada vez mais eventos de Carnaval. O cachê pago não é muito, mas acaba nos ajudando bastante nesta época de início de ano”, destacou.

Receita do turismo deve crescer neste carnaval após 3 anos em queda, diz CNC

Nielmar de Oliveira – Repórter da Agência Brasil

O turismo deve movimentar este ano cerca de R$ 6,25 bilhões em todo o país, durante o carnaval, voltando a crescer depois de três anos seguidos de queda. A estimativa é da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que considera o carnaval “o maior feriado do calendário nacional”.

Para a CNC, o fato de o país ter fechado o ano passado com a menor taxa de inflação desde 2007 ajudará na recuperação da receita provenientes do período carnavalesco.

Segundo estudo da CNC, os segmentos de alimentação fora do domicílio, tais como bares e restaurantes, deverão liderar em faturamento, com arrecadação estimada em R$ 3,6 bilhões. Em seguida, vêm o transporte rodoviário, com previsão de R$ 1,03 bilhão e os serviços de alojamento em hotéis e pousadas, com faturamento esperado de R$ 705,6 milhões. Juntos, estes setores responderão por mais de 85% de toda a receita gerada no período.

Mais empregos

A CNC ressalta que, mesmo com a recuperação no volume do faturamento, depois de três anos de queda, as atividades características do turismo ainda não deverão registrar ganho real de receita. “Apesar da menor inflação, os gastos com lazer demoraram a reagir devido ao orçamento ainda apertado por conta da lentidão na recuperação do emprego e da renda das famílias”, destaca o economista-chefe da Divisão Econômica da CNC, Fabio Bentes.

Pelo lado do emprego, Bentes diz que a estimativa é de aumento de contratações este ano em relação ao carnaval do ano passado. Segundo dados da CNC, no período de janeiro e fevereiro deste ano, a contratação trabalhadores temporários nesse período deve ficar em 19,3 milrão ser contratados, 8,9% a mais do que em 2017. Com cerca de 13,7 mil vagas ofertadas, o setor de alimentação deverá responder por 70% das oportunidades de emprego.

Arrecadação por região

Os dados divulgados pela CNC indicam que os estados do Rio de Janeiro e de São Paulo juntos deverão responder por 62% dotal da arrecadação da receita do turismo durante o Carnaval. Somente o Rio de Janeiro deverá registrar receita de R$ 1,9 bilhão e São Paulo, R$ 1,7 bilhão.

Aparecem ainda como destaque as receitas dos estados de Minas Gerais, com previsão de R$ 567,6 milhões no período, e da Bahia, do Ceará e de Pernambuco, com movimentação agregada de mais de R$ 1 bilhão.

Homicídios voltam a ser registrados em Caruaru

Bandido Morto 2

Pedro Augusto

Após um curto intervalo de paz, Caruaru voltou a comportar crimes de morte. Os cinco últimos deles ocorreram em locais distintos da cidade, mais precisamente no Vassoural, Vila Canaã, Vila do Aeroporto, Sítio Lagoa da Cruz e no Sítio Brejo Novo. Até o fechamento desta editoria, dez homicídios já haviam sido computados, neste ano, na Capital do Agreste.

A primeira vítima da mais recente série de assassinatos atendia pelo nome de Alysson Luciano Gallindo da Silva, de 25 anos. Ele foi morto na noite do último sábado (27), na 4ª Travessa Antônio Martins, no Bairro do Vassoural. De acordo com informações repassadas por populares, a vítima estava trafegando a pé, quando foi surpreendida com a abordagem de dois criminosos em uma motocicleta. Sem chances de defesa, Alysson acabou sendo baleado com vários disparos de revólver calibre 38. Ele morreu antes da chegada da equipe do Samu.

Na noite do último domingo (28), o adolescente Michael Moreira Neto, de 15 anos, foi morto a tiros, na Vila Canaã, na zona rural da cidade. De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil, ele estava na companhia da namorada, identificada como Ingrid Silva de Souza, de 13 anos, quando acabou sendo alvejado na cabeça com três disparos de arma de fogo. Michael chegou a ser socorrido pelo Samu e levado para o Hospital Nossa Senhora de Fátima, em Toritama, também no Agreste, porém morreu poucos minutos depois.

Já Ingrid, que foi baleada pelos criminosos com um tiro nas costas, também foi encaminhada para a unidade e, em seguida, transferida para o Hospital da Restauração, no Recife. Ela não corre risco de morte. Segundo o pai de Michael, que preferiu não ter o nome revelado, o casal teria sido atingido por dois homens que estavam em uma motocicleta. Testemunhas que presenciaram os crimes não conseguiram identificar os executores. “O garupa desceu da moto e foi logo atirando contra os dois, que nada puderam fazer. Em seguida, subiu na moto e fugiu com o comparsa”, disse um popular.

Na manhã da última terça-feira (30), por volta das 7h30, o ex-presidiário José Roberto de Souza Araújo, de 22 anos, o “Robertinho”, foi assassinado na Feira do Gado, na Vila do Aeroporto. De acordo com informações repassadas por populares, ele estava acompanhado de um comparsa e, ao tentar assaltar um homem, acabou sendo morto com vários disparos. Seu comparsa conseguiu escapar sem ser atingido. O autor dos disparos fugiu da cena do crime e ainda não foi localizado.

Já na tarde da última quarta-feira (31), o corpo de Rinaldo Alexandre da Silva, de 26 anos, foi encontrado no Sítio Lagoa da Cruz, também na zona rural de Caruaru. Ele foi morto com um tiro de grosso calibre na cabeça. De acordo com o levantamento cadavérico do Instituto de Criminalística, a vítima teria sido assassinada aproximadamente 12 horas antes de ter o corpo localizado. A suspeita é de que Rinaldo tenha sido executado por algum conhecido, haja vista que teria sido visto na companhia do criminoso. A vítima cometia furtos na comunidade.

Ainda na quarta, mas já à noite, o carroceiro Bruno José da Silva, de 21 anos, foi assassinado a tiros no Sítio Brejo Novo. De acordo com informações repassadas por testemunhas, o jovem estava sentado em frente de casa, quando acabou sendo surpreendido com a chegada de dois homens a pé. Na tentativa de fuga, Bruno foi baleado com vários disparos de pistola. Os corpos das cinco vítimas foram encaminhados para o Instituto de Medicina Legal de Caruaru.

Diocese faz abertura oficial do calendário 2018

Diocese (20)

Pedro Augusto

Um evento realizado na manhã da última terça-feira (30), no auditório da Fafica, no Bairro Petrópolis, marcou a abertura oficial do calendário 2018 da Diocese de Caruaru. Na ocasião, padres, diáconos, monsenhores, seminaristas, ou seja, todos os religiosos que compõem o clero da instituição, que atende as demandas de exatamente 19 municípios da região Agreste, conheceram o Anuário Diocesano, bem como a nova Campanha da Fraternidade. Com o tema “Fraternidade e Superação da Violência” e o lema “Em Cristo, somos todos irmãos”, esta última visa, segundo a Igreja Católica, “constituir a fraternidade promovendo a cultura de paz, da reconciliação e da Justiça, à luz da palavra de Deus como caminho de superação da violência”.

O engajamento redobrado por parte da igreja no tocante à promoção da cultura de paz é mais do que justificado, haja vista que nos últimos anos os índices de violência acabaram saltando de forma alarmante em todo o país. Segundo os números apresentados no evento, se no intervalo de janeiro até dezembro de 2015, 279.567 pessoas foram assassinadas no Brasil, no mesmo intervalo, 256.124 vítimas fatais acabaram sendo computadas na guerra da Síria. Já no comparativo com nações de primeiro mundo, o Brasil contabilizou, em 2014, 13% de homicídios a mais em relação à Inglaterra e 436% de assassinatos a mais no que se refere aos Estados Unidos.

No cenário local, o clima também tem sido de terror. Para se ter ideia, somente no ano passado, 262 pessoas foram mortas em Caruaru, que acabou superando o seu próprio recorde histórico no tocante aos homicídios computados em uma única temporada. Responsável por destacar no encontro não só esses números, mas também vários outros aspectos importantes, o padre da Paróquia de Nossa Senhora das Dores, Zenilson Tibúrcio, sintetizou de que forma todos os cristãos devem colocar em prática o tema da Campanha da Fraternidade de 2018.

“A proposta da campanha é justamente tentar superar a violência, com a certeza de que todos nós somos irmãos.
Primeiramente, precisamos cultivar a nossa paz interior para que possamos expandi-la no cotidiano. Em seguida, devemos praticar gestos de cordialidade, seja por palavras ou por ações, até porque, atualmente, temos observado uma intolerância e uma impaciência muito grande no que diz respeito às relações humanas. Precisamos combater isso, haja vista que a violência tem aumentado bastante por causa dessas atitudes. Através da CF tentaremos conscientizar todas as pessoas de Caruaru a promover a cultura de paz melhorando os seus relacionamentos”, disse.

Embora tenha sido apresentada nesta semana aos componentes do clero, a Campanha da Fraternidade 2018 só será lançada oficialmente para toda a população na Quarta-feira de Cinzas (14). Para o capitão Farias Junior, que esteve representando a Polícia Militar no evento, o tema escolhido foi o mais apropriado para as atuais realidades de Caruaru e dos demais municípios do país. “Avaliamos a escolha desse tema de forma bastante positiva, haja vista que a Igreja Católica também possui um papel muito importante no combate à violência. A PM é parceira da igreja e estará a postos para por em prática as ações que forem necessárias para auxiliar esta instituição na expansão da cultura de paz”, afirmou.

De acordo com o bispo da Diocese de Caruaru, dom Bernardino Marchió, a busca pela paz deve ser praticada, inicialmente, no seio familiar. “Através desta campanha convidaremos a todas as famílias a cultivar o amor ao próximo, a tolerância, a fraternidade e a paz, haja vista que é a partir de dentro de casa que a violência é deixada para trás. As escolas, os órgãos públicos e as demais instituições também precisam se engajar cada vez mais para modificar essa realidade cruel e difícil, que estamos tendo de encarar devido à criminalidade. Durante esse período de campanha, estaremos atuando em conjunto com a Polícia Militar para aplicarmos as medidas necessárias”, destacou.

Anuário

Também no encontro, os participantes tiveram a oportunidade de serem apresentados ao Anuário Diocesano 2018. Produzido pela própria Diocese, o livro possui as principais informações referentes à instituição. “Nele, os católicos podem observar todas as atividades que serão desencadeadas ao longo deste ano pela Diocese. Ou seja, a agenda que será posta em prática no que diz respeito a eventos, reuniões, simpósios, confraternizações, dentre outra ações”, complementou Zenilson Tibúrcio.

Temer diz que seu governo aguenta déficit da Previdência, mas outros não

Da Agência Brasil

O presidente Michel Temer disse na sexta-feira (2) que insiste na reforma da Previdência porque apesar de o governo dele aguentar o déficit, outros não aguentarão. “Tenho mais 11 meses de governo. Eu aguento a Previdência. Houve um déficit de R$ 268 bilhões nesse ano que passou, a tendência é aumentar essa dívida previdenciária este ano, mas o meu governo aguenta. Quem não vai aguentar são os próximos anos”, afirmou em entrevista ao programa Super Manhã, da Rádio Jornal de Pernambuco.

Ele ressaltou que, ao fazer a reforma da Previdência, o governo está pensando nos aposentados, naqueles que vão se aposentar e nos servidores públicos, para não ocorrer o que está acontecendo em muitos estados brasileiros. “Em muitos estados, não há pagamento de aposentados, de servidores públicos, há atrasos dos mais variados”, lembrou. “O que nós estamos fazendo é evitar que isso venha a acontecer em pouquíssimo tempo”.

Temer comentou também o futuro do programa Bolsa Família. Apesar de ter aumentado o número de famílias assistidas pelo benefício, ele destacou que pretende dar condições para que os filhos das pessoas assistidas trabalhem e, com isso, possam sair do programa. “Nosso ideal não é manter as pessoas indefinidamente no Bolsa Família”.

Michel Temer cumpre hoje agenda em Cabrobó, no interior de Pernambuco. Lá, ele participa da cerimônia de Inauguração da 2ª Estação de Bombeamento do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco.

Mais quatro partidas complementam a rodada do Estadual

Também no sábado, mas a partir das 20h, o Pesqueira recebe o Náutico, no Estádio Joaquim de Brito, enquanto o Salgueiro duela com o Santa Cruz, no Cornélio de Barros. A Águia do Agreste está na lanterna com apenas um ponto, enquanto o Timbu lidera a competição com sete. Já o Carcará está na sexta posição com cinco pontos e o Santa ocupa a vice-lanterna com apenas dois.

A rodada prossegue neste domingo (4), quando o Vitória mede forças com o América, a partir das 16h, na Arena Pernambuco, e o Flamengo de Arcoverde duela com Afogados, no Estádio Áureo Bradley. O Tricolor das Tabocas está na quarta colocação com seis pontos, enquanto o Mequinha vem logo atrás na quinta posição com cinco. Já a Fera Sertaneja encontra-se na sétima posição com três pontos, mesma pontuação da Coruja do Sertão, que está na nona colocação, devido aos critérios de desempate. O Belo Jardim é quem estará de folga nesta rodada.

Um jogo que vale muito para o Central

Central x Sport 4

Pedro Augusto

Colados na tábua de classificação, Central e Sport se enfrentam neste sábado (3), a partir das 16h30, no Estádio Luiz Lacerda, em confronto válido pela quinta rodada do Campeonato Pernambucano. Vindo de um empate sem gols com o Flamengo de Arcoverde, no domingo passado, dentro de casa, a Patativa está na terceira colocação com seis pontos – um a menos em relação ao adversário da vez. Sem muito esforço, o Leão bateu o Pesqueira por 2 a 0, na última segunda-feira (29), no Estádio da Ilha do Retiro, passando a ocupar a vice-liderança da competição com sete pontos.

Além de garantir a invencibilidade ao menos momentânea no Estadual 2018, um resultado positivo contra o time da Praça da Bandeira marcará a quebra do tabu de vitórias por parte do Central, no que diz respeito ao atual campeão pernambucano. Isso porque, desde 2015 que a Patativa não derrota o Sport em confrontos oficiais. O último triunfo alvinegro aconteceu no PE daquela temporada, quando o até então lateral-esquerdo Madona marcou o único gol da partida, no Lacerdão.

Bastante disposto a voltar a vencer o Leão da Ilha, o Central não deverá ter muitas mudanças em relação à equipe que entrou de frente diante da Fera Sertaneja. As exceções deverão ficar por conta do retorno do zagueiro Danilo Quipapá e do lateral-esquerdo Charles, que, respectivamente, estavam suspenso e contundido na rodada passada. Sendo assim, Bruno Oliveira e Mateus Issa deverão retornar ao banco de reservas.

Caso repita o time que entrou como titular nos coletivos desta semana, o técnico Mauro Fernandes deverá formar a Patativa com: Murilo; Dudu Gago, Danilo Quipapá, Vitão e Charles; Douglas Carioca, Graxa, Eduardo Erê e Júnior Lemos; Luizão e Leandro Costa. Ainda destacando a semana alvinegra, além dos retornos de Quipapá e Charles à equipe titular, a novidade também ficou por conta da movimentação dentro de campo do meia-atacante Al-Sarori, que foi apresentado à torcida no último domingo. Natural do Iêmen – país asiático -, o atleta é mais uma aposta da diretoria centralina.

Sport

Ainda tentando encontrar o seu melhor futebol, o Leão deverá encarar a Patativa com algumas mudanças. Prova disso é que o volante Rithely e o atacante Leandro Pereira, que até então não vinham sendo relacionados para as partidas por ainda estarem entregues ao departamento médico, treinaram normalmente no decorrer da semana e poderão finalmente estrear na temporada. Por outro lado, o atacante Rogério, que está lesionado na parte anterior da coxa direita, é o desfalque certo do rubro-negro.

Ingressos

Bilhetes para o confronto já estão sendo comercializados aos preços de R$ 20 (arquibancada para sócios, estudantes e idosos), R$ 25 (meia-entrada para visitante), além de R$ 50 (tobogã para visitante) e R$ 50 (cadeira para torcedores do Central). Devido à grandeza da partida, a Polícia Militar acabou montando um esquema especial de segurança em parceria com a Destra. Algumas ruas no entorno do Lacerdão, por exemplo, serão interditadas.

The Beatles no Carnaval de Caruaru

Por Jaciara Fernandes

Assim como a cidade de Gravatá tem os sons do jazz e do bluz como atrações principais no Carnaval, Caruaru também não se limita ao ritmo do frevo, nem tão pouco do forró. Numa demonstração de como a semana pré é eclética, já está tudo pronto para a segunda edição do Bloco Carnaval Mystery Tour, um convite para os amantes da boa música especialmente da banda britânica The Beatles.

A atração na programação da semana pré terá concentração e apoteose a partir das 11h na Confraria da U.T.I. do Caldo, localizada na Rua Porto Alegre, Centro, e, como no ano passado, cada fã de nosso Carnaval e dos meninos de Liverpool que conquistaram o mundo estão convidados para participar do bloco e curtir momentos diferentes. A ideia da brincadeira partiu do jornalista Lennon Brandão, de 28 anos, que integra o fã clube The Beatles, fundado na cidade em 2015. “Tudo aconteceu naturalmente e vimos na semana pré-carnavalesca uma oportunidade para participar da festa e, ao mesmo tempo, homenagear os nossos ídolos”, contou Lennon.

No aniversário de um ano do fã clube, os membros já discutiam a possibilidade de botar literalmente o bloco na rua. “E assim realizamos nossa estreia inspirados no Bloco Sargento Pimenta, agremiação carioca que sai às ruas do Rio de Janeiro com o papel de manter viva a história e trajetória da banda”, comentou. No ano passado, a agremiação de Caruaru contou com os fãs dos Beatles e também do Fab Four. Segundo o jornalista, o nome do bloco não foi aleatoriamente. “Na capa do álbum escolhido, o quarteto está fantasiado e isso tem tudo a ver com o Carnaval”, explicou.

A influência recebida por Lennon Brandão nasceu ainda no ventre da mãe, quando teve seu nome escolhido pelos pais, que já eram fãs da banda devido ao gosto musical dos avós, que curtiram o auge do sucesso do grupo e trataram de passar este bom gosto para a família. “Conta meus pais que eu tinha apenas quatro anos quando ouvi pela primeira vez The Beatles, com a música She Loves You. Acho que a minha paixão começou naquele instante”, refletiu.

SDS incrementa segurança no Carnaval 2018

O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Defesa Social (SDS), colocará nas ruas, em 2018, um reforço de segurança no Carnaval 32% maior do que o de 2017. Ao todo, serão 41.147 postos de trabalho empregados do Sábado de Zé Pereira à Quarta-Feira de Cinzas. O incremento será possível devido à chegada de 1.500 novos policiais militares em 2017 e de 1.214 policiais civis e científicos, que concluíram o curso de formação este mês. Os detalhes do esquema de segurança para o período carnavalesco (10 a 14 de fevereiro) foram divulgados em entrevista coletiva na sede da SDS, na quinta-feira (01/02).

Com um acréscimo de 28,5% nos recursos extras destinados à segurança no Carnaval, em comparação com 2017, Pernambuco conseguiu um aumento significativo no número de postos de trabalho das operativas da SDS para o Carnaval 2018: são R$ 9 milhões destinados ao reforço das escalas e infraestrutura para atendimento ao público. Somente a Polícia Militar preencherá 29 mil desses postos de trabalho. Já a Polícia Civil terá 5.989 lançamentos de delegados, agentes e escrivães, enquanto o Corpo de Bombeiros e a Polícia Científica disponibilizam, respectivamente, 5.017 e 589 postos.

O secretário de Defesa Social do Estado, Antonio de Pádua (foto), reforça que as forças de segurança do Estado dedicarão todos os seus esforços para garantir a tranquilidade da população pernambucana e dos visitantes, sempre em conjunto com os municípios e outras instituições envolvidas. “Teremos um Centro de Operações do Carnaval, onde todas as operativas e os órgãos parceiros trabalharão juntos, trocando informações e atuando de maneira integrada, com o intuito de fazer da festa de 2018 uma das mais seguras dos últimos tempos. Para isso, investimos em pessoal, com os novos PMs, policiais civis e científicos, ao mesmo tempo em que incrementamos as patrulhas e o aparato tecnológico das nossas operativas”, ressalta o titular da SDS.

O Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) funcionará ininterruptamente das 18h da sexta-feira véspera de Carnaval (09/02) até as 18h da Quarta-feira de Cinzas (14/02), no bairro de São José, próximo à Casa da Cultura (Avenida Rio Capibaribe, nº 147). Com células de inteligência e videomonitoramento 24 horas, o CICCR concentrará as operativas e órgãos parceiros durante todo o Carnaval. A colaboração se dará com Prefeituras do Recife e de Olinda, Poder Judiciário, Metrorec, Polícia Rodoviária Federal, Grande Recife Consórcio, Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), Celpe, Compesa, Central de Regulação de Leitos, Detran-PE e Secretaria da Mulher de Pernambuco.

MONITORAMENTO – Estarão espalhadas câmeras de videomonitoramento pelo Estado, a fim de auxiliar no trabalho preventivo e ostensivo das forças de segurança. Os polos monitorados serão os do Recife Antigo, Sítio Histórico de Olinda, polos descentralizados da capital, percurso do Galo da Madrugada, Ipojuca (RMR), Caruaru (Agreste) e Petrolina (Sertão).

No Bairro do Recife, próximo ao Marco Zero, também estará instalada uma das duas Plataformas de Observação Elevada (POEs) para videomonitoramento. A segunda ficará na entrada da Praça do Carmo, no Sítio Histórico de Olinda. Dois helicópteros do Grupamento Tático Aéreo (GTA) reforçarão o policiamento. E dois Centros Integrados de Comando e Controle Móvel (CICCMs) levarão o monitoramento para Paulista, na RMR, e Tamandaré, no Litoral Sul.

GALO – Somente no Galo da Madrugada, maior agremiação a desfilar no Carnaval de Pernambuco, 5.047 policiais e bombeiros participa do esquema de segurança. Um aumento de 18% em relação ao efetivo do Carnaval 2017. Este ano, serão 3.662 PMs, 835 bombeiros militares, 492 policiais civis, além de 58 servidores da Polícia Científica ao longo de todo o percurso do bloco.

Os policiais militares e bombeiros estarão nas ruas, em plataformas elevadas, em viaturas e a pé. Postos avançados estão montados nos dois Juizados do Folião (Estação Central do Metrô e Fórum Thomaz de Aquino), que contam com efetivo da Polícia Civil e da Polícia Científica no atendimento às ocorrências. A Ouvidoria da SDS também funcionará durante o desfile do Galo, próximo à Casa da Cultura, como também a Corregedoria da SDS, que funcionará 24 horas na Avenida Conde da Boa Vista.

/**/