Fim de semana com várias atrações no Caruaru Shopping

O Caruaru Shopping, fazendo jus ao mês de férias da criançada, estará realizando várias atrações neste fim de semana. No sábado (19) terão Oficinas de Cartas Pokemon e Yu-Gi-OH. Já no domingo, dia 20, haverá o Campeonato Regional WCQ Sofu Pernambuco, bem como Oficinas de Pipa. Tudo gratuitamente!

O Campeonato Regional WCQ Sofu Pernambuco será realizado no Pavilhão de Eventos do centro de compras e convivência. As inscrições poderão ser feitas antecipadamente, na The Dragon Shop, ou no local do evento, das 8h às 9h30. O torneio acontecerá das 10h às 18h.
O jogo de card games (yu-gi-oh) será em formato Suíço Avançado e o número de rodadas dependerá da quantidade de duelistas participantes.

As Oficinas de Cartas Pokemon e Yu-Gi-OH também serão realizadas no Pavilhão de Eventos, das 13h às 18h. Na ocasião, as crianças vão aprender com os instrutores todas as regras e dicas do jogo Pokemon e Yu Gi Oh.

“Não será necessária inscrição. A entrada é gratuita”, explicou Walace Carvalho, gerente de Marketing do Caruaru Shopping. “Terão cartas disponíveis para venda, e quem for participar das oficinas também poderá trazer o seu próprio material”, completou.
Já as Oficinas de Pipas acontecerão próximas à Praça de Alimentação Gourmet, das 14h às 21h. “Nas oficinas, as crianças usarão de toda a sua criatividade, com a ajuda de uma instrutora, para confeccionar e ornamentar as suas próprias pipas”, afirmou Walace. As inscrições custam R$50,00 e podem ser feitas na hora.

O centro de compras e convivência está localizado na Avenida Adjar da Silva Casé, 800, Indianópolis.

Intenção de consumo das famílias cresce 5,1% de dezembro para janeiro

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), cresceu 5,1% de dezembro de 2018 para janeiro deste ano. Na comparação com janeiro do ano passado, o avanço foi 14,7%.

Com a alta, o indicador chegou a 95,9 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. A pontuação, ainda abaixo de 100 pontos, demonstra uma insatisfação dos consumidores.

Na comparação com dezembro, os sete componentes do ICF tiveram alta, sendo a maior delas na avaliação dos consumidores sobre se eles consideram que momento é bom para a compra de bens duráveis (11%). Também tiveram crescimentos importantes os quesitos perspectiva de consumo (5,8%) e perspectiva profissional (5%).

Na comparação com janeiro de 2017, também foram registrados aumentos nos sete componentes, com destaques para o nível de consumo atual (24,6%), a perspectiva de consumo (20,5%) e momento para duráveis (15,9%).

Começa o pagamento do 7º lote do abono do PIS/Pasep

Cerca de 3,4 milhões de trabalhadores começaram a receber o pagamento do sétimo lote do abono salarial do PIS (Programa de Integração Social) e do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) 2018-2019, ano-base 2017, nesta quinta-feira (17).

Podem receber o benefício os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em janeiro e fevereiro e os servidores públicos com final de inscrição 5. A estimativa da Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia, é que mais de R$ 2,8 bilhões sejam pagos. As informações são da Agência Brasil.

Trabalhadores da iniciativa privada podem procurar a Caixa Econômica Federal. A consulta pode ser feita pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-726 02 07. Para servidores públicos, a referência é o Banco do Brasil, que também fornece informações pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-729 00 01. Os correntistas da Caixa, instituição bancária responsável pelo pagamento do PIS (iniciativa privada), tiveram os valores depositados na terça-feira (15).

Tem direito ao abono salarial ano-base 2017 quem estava inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2017, teve remuneração mensal média de até 2 salários mínimos e seus dados foram informados corretamente pelo empregador na Rais (Relação Anual de Informações Sociais).

O valor do benefício é proporcional ao tempo trabalhado formalmente em 2017. Assim, quem esteve empregado o ano todo recebe o valor cheio, equivalente a um salário mínimo (R$ 998). Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é de R$ 84 -ou 1/12 do salário mínimo-, e assim sucessivamente.

Para os trabalhadores nascidos entre julho e dezembro, o abono salarial ano-base 2017 começou a ser pago em 2018. Os nascidos de janeiro a junho realizam o saque em 2019. O prazo final de recebimento para todos os trabalhadores favorecidos pelo programa é 28 de junho de 2019.

Folhapress

Para ter uma arma em casa, o gasto mínimo é de R$ 3,7 mil

O cidadão que decidir adquirir um revólver ou pistola após a entrada em vigor das novas regras para a posse de armas desembolsará, no mínimo, cerca de R$ 3,7 mil para regularizar sua situação, cumprindo a todos os pré-requisitos exigidos por lei. O valor inclui a aquisição do armamento escolhido e a obtenção dos documentos necessários.

A Agência Brasil consultou a empresa brasileira Taurus sobre a sugestão de preço médio para a venda de armas de calibres permitidos (.38 / .380 / .22 / .36), mas como não obteve respostas até a publicação desta reportagem, consultou a sites de diferentes lojas que oferecem seus produtos na internet.

O revólver mais barato encontrado, um .38 de cinco tiros, custa a partir de R$ 3,1 mil. As mesmas lojas oferecem revólveres .22 a partir de R$ 4 mil. A pistola de mesmo calibre custa a partir de R$ 6 mil.

Um revólver .36 pode ser adquirido por R$ 4 mil e a pistola .380 a partir de R$ 5 mil. Conforme explicou, por telefone, o vendedor de um dos estabelecimentos, os preços são para a venda online, podendo variar na loja física.

Despesas
A aquisição de uma arma ainda envolve outros custos. É preciso, por exemplo, pagar R$ 88 para a Polícia Federal (PF) a fim de obter o registro necessário para manter o revólver em casa ou no local de trabalho. Com a publicação do Decreto nº 9.685, na última terça-feira (15), a validade do Certificado de Registro de Arma de Fogo aumentou de cinco anos para dez anos.

O decreto também estipula que, ao solicitar o registro, o interessado que vive ou trabalha em local com crianças, adolescentes ou pessoa com deficiência mental deve declarar possuir cofre ou local seguro com tranca para armazenar a arma. O Estatuto do Desarmamento, de 2003, prevê pena de detenção de até dois anos, além de multa, a quem permitir que crianças, adolescentes ou pessoas com deficiência mental apanhem a arma.

Avaliação
O candidato que comprar um revólver ou pistola também precisa se submeter a uma avaliação psicológica que confirme que ele está apto a possuir uma arma em casa ou local de trabalho. Para ser aceito, o laudo deve ser emitido por um profissional devidamente habilitado e credenciado pela Polícia Federal (PF).

A relação de psicólogos credenciados em todo o país está disponível no site da PF. O custo da avaliação, no entanto, é referenciado pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP). A tabela de honorários ainda disponível no site do conselho sugere os preços mínimo (R$ 280,87) e máximo (R$ 655,36).

A legislação estabelece a obrigatoriedade de o candidato comprovar capacidade técnica para manusear uma arma de fogo. A relação de instrutores de armamento e tiro credenciados também está disponível no site da PF, que afirma que o valor cobrado pela aplicação do teste não pode exceder R$ 80.

No entanto, dois instrutores ouvidos pela Agência Brasil explicaram que, a este valor, devem ser acrescidos os custos com a munição gasta e, se necessário, despesas com o aluguel de uma arma e do estande de tiros. Somadas, todas estas despesas podem variar entre R$ 240 e R$ 300, dependendo da localidade.

Os demais documentos exigidos, como as certidões negativas de antecedentes criminais e de que o interessado não está respondendo a inquérito policial ou a processo criminal, podem ser obtidas pela internet, sem custos, nos sites da Justiça Federal, Estadual, Militar e Eleitoral.

Procuradora aposentada condenada por torturar criança é presa no Rio

Policiais civis do Rio de Janeiro cumpriram nesta quinta-feira (17) dois mandados de prisão contra a procuradora aposentada Vera Lúcia de Sant’anna Gomes pelo crime de tortura de uma criança de dois anos de idade, em 2010. A vítima era uma menina da qual a procuradora tinha a guarda provisória e que tentava adotar.

A procuradora foi condenada pela Justiça do Rio de Janeiro e presa naquele mesmo ano. Em 2014, ela foi solta por decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), mas voltou a ter sua prisão, em regime semiaberto, decretada em 2016, pela Justiça fluminense.

Desde então, ela era considerada foragida. Depois da prisão nesta quinta-feira (17), segundo a Polícia Civil, Vera Lúcia passou mal quando era encaminhada à Cidade da Polícia, na zona norte da cidade. Ela foi levada para o Hospital Copa D’Or, na zona sul da cidade, onde está sob custódia de policiais da Divisão de Capturas e Polícia Interestadual (DC-Polinter).

Agência Brasil

Poupar no início do ano é a melhor saída para um 2019 saudável financeiramente

O ano de 2019 começou com tudo, repleto de expectativas, e como sempre com muitas contas para pagar. Além dos tradicionais gastos de final de ano, no mês de janeiro os impostos aparecem sem piedade. Para quem tem filhos, a compra do material escolar também traz gastos extras que precisam ser muito bem analisados para que o consumidor não passe sufoco neste período.

Para o professor de finanças do ISAE Escola de Negócios, Pedro Salanek, nos últimos anos a dificuldade de acesso ao crédito e o desemprego aumentaram consideravelmente. Além disso, o novo governo ainda gera muitas incertezas na economia, o que faz com que as famílias passem por uma readequação em seu planejamento financeiro. “Deve-se buscar uma reavaliação daquilo que é suficiente para aquisição, tanto de bens de consumo como também dos bens duráveis. Um controle antecipado daquilo que poderá ser gasto é obrigatório de tornar-se realidade neste período, isso envolve inclusive uma mudança de cultura e disciplina financeira do brasileiro. A questão não é quanto ganha, mas sim quanto gasta”, afirma o professor.

Neste mês de janeiro, há uma série de tributações e despesas: IPTU, IPVA, material escolar e o cartão de crédito utilizado no mês anterior são os principais vilões, por isso, Salanek alerta que é preciso ter uma visão dos gastos futuros e segurar no freio quando o assunto é gastar. “Poderíamos até imaginar como se fosse uma despesa antecipada e já guardar dinheiro pra ela agora. O planejamento financeiro deve ser de médio prazo, ou seja, não podemos nos programar apenas com os valores gastos no momento e sim com aquilo que gastaremos nos próximos meses. Se não tiver previsão suficiente de recebimento de recursos no futuro, não terá como honrar esta previsão do pagamento das despesas”, coloca.

O planejamento é a saída para não ser surpreendido nestes períodos de maior consumo. Por isso, criar uma planilha com os gastos é necessário para ter tudo sob controle. Ter uma reserva para equilibrar as finanças, pode sim ser uma saída, pois reter uma pequena fonte por mês, não pesa no bolso e ajuda em situações críticas. “Quando você recebe o dinheiro, automaticamente um percentual deve ser separado dos gastos diários como reserva mesmo. Deve ser guardado em uma conta que você não movimenta rotineiramente (poupança, por exemplo) e considerar como se fosse um pagamento efetuado. Comece a fazer isso com 3%, 5% daquilo que você ganha, e quem sabe no futuro você estará aumentando essa alíquota”, completa Salanek.

Jornalista Alexandre Farias grava vídeo sobre o seu estado de saúde

Pedro Augusto

Em vídeo gravado esta semana em sua casa que fica localizada no Recife, o ex-jornalista da TV Asa Branca, Alexandre Farias, comentou a respeito do seu estado atual de saúde. Afastado de suas funções desde setembro de 2017, quando foi baleado, Alexandre segue se recuperando com o auxílio de sua família e amigos.

Ele foi vítima de uma bala perdida na noite do dia 16, no bairro Alto do Moura, em Caruaru. O jornalista ia para casa, quando foi atingido por um disparo na cabeça. Segundo a Polícia Militar, assaltantes estavam em um carro roubado quando houve perseguição e troca de tiros.

Na fuga, os bandidos ainda atropelaram socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que estavam em uma ocorrência no local. Uma das auxiliares de enfermagem foi atingida. Alexandre Farias foi socorrido em estado grave para o Hospital Regional do Agreste (HRA) e em seguida transferido para Hospital Unimed, também em Caruaru. Depois, foi tranferido para o Recife.

Um dos suspeitos de participar do tiroteio que atingiu Alexandre “era integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC) do Rio Grande do Norte”, de acordo com informações divulgadas pela Polícia Civil de Pernambuco. O criminoso tinha 34 anos e foi morto durante um confronto com a polícia. No total, quatro suspeitos foram presos.

Confiança do Consumidor avança 12% em 2018, apontam CNDL/SPC Brasil

Com a definição do novo governo, os consumidores estão mais confiantes. Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revelam que, no último mês de dezembro, o Indicador de Confiança do Consumidor alcançou 45,8 pontos, frente a 40,9 observados no mesmo período de 2017. O avanço foi de 12% na comparação anual. Apesar do crescimento expressivo, o índice mostra que a maioria ainda está pessimista. A escala do indicador varia de zero a 100, sendo que resultados acima de 50 pontos, mostram uma percepção mais otimista do consumidor.

Na avaliação do atual cenário econômico e da própria vida financeira, a percepção dos entrevistados permanece ruim. Em cada dez brasileiros, sete (72%) enxergam o momento da economia de forma negativa — apesar de elevado, esse é o menor percentual desde o início da série histórica, em janeiro de 2017. As principais razões apontadas são desemprego elevado (63%), aumento dos preços (59%), alta na taxa de juros (38%), desvalorização do real frente ao dólar (25%) e menor poder de compra do consumidor (22%). Para 25%, o quadro econômico é regular e apenas 2% consideram bom.

Quanto à vida financeira, 40% dos brasileiros avaliam sua situação como negativa, enquanto 47% classificam como regular e somente 12% como boa. Para quem compartilha da visão negativa, o alto custo de vida é a razão mais citada, por mais da metade (55%) desses entrevistados. O desemprego aparece segundo lugar (40%), ao passo que 24% culpam a queda da renda familiar.

Para a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, aspectos como o achatamento da renda e o alto índice de desemprego continuam impactando o bolso do consumidor, fazendo com que a avaliação do momento atual seja negativa. “Mesmo diante de uma situação em que a maior parte dos consumidores avalia como ruim, as boas expectativas se mantêm para o futuro. Mas, para que a retomada da confiança se consolide, será preciso que o consumidor sinta alguma melhora no momento atual, com o aumento da oferta de vagas de emprego e o avanço da sua renda”, analisa.

Pacientes aprovam o bom atendimento no hospital público

A nova aparelhagem técnica na realização de exames, a qualificação das equipes médicas e a qualidade dos atendimentos no Hospital Dr. Paulo da Veiga Pessoa vêm trazendo bons resultados e repercussão entre a população gravataense.

A satisfação de pacientes e familiares com o serviço ofertado tem se tornado notória nos relatos que correm de boca em boca pelas ruas da cidade.

Exemplo disso é o caso da moradora do bairro do centro, Jacira dos Santos Monteiro, de 85 anos, que deu entrada no hospital municipal durante o mês de janeiro. Tanto a paciente, quanto a sua filha, Vilma Monteiro, manifestaram publicamente a satisfação nos cuidados recebidos pela senhora e elogiaram a gestão do Prefeito Joaquim Neto e a sua dedicação com a saúde pública do município.

Com sintomas bastante diferentes do que é esperado em um paciente com pneumonia, Dona Jacira chegou ao hospital com diarreia e vômito. Bastaram alguns exames para que o diagnóstico fosse dado. A agilidade nos procedimentos iniciais fizeram com que a descoberta precoce da pneumonia possibilitasse um tratamento mais eficaz, o que resultou no restabelecimento da saúde da idosa.

Vilma Monteiro falou do bom atendimento que sua mãe recebeu por todos do hospital e sobre o sucesso no tratamento.

“Os sintomas da minha mãe eram diferenciados. Não eram os sintomas da pneumonia. A equipe médica foi muito eficiente. Se eles não estivessem atentos, teria passado despercebido. Graças a Deus tudo ocorreu bem, desde o primeiro atendimento. O que me chamou a atenção também foi a simpatia e cordialidade de todos, desde os enfermeiros, médicos, até a mulher do cafezinho e o pessoal da limpeza. Todos nos ajudaram muito. Nada faltou para minha mãe,” falou.

Diante do caso, a Diretora Geral do hospital, Dra. Denise Oliveira, disse que alguns sintomas típicos da pneumonia não aparecem em pacientes idosos e que é necessário que o hospital esteja atento a isso na hora de realizar um diagnóstico.

“Em um paciente idoso, principalmente se for diabético, os sintomas da pneumonia são mascarados. Não são os mesmos sintomas que uma pessoa mais jovem apresenta. Muitas vezes, o cansaço, a febre não aparecem. Dependendo do quadro geral do paciente, que não apresenta os sintomas típicos, faz-se necessário um exame completo de raios X, para a efetiva confirmação da doença”, disse.

A paciente ficou 10 dias internada no hospital de Gravatá e agora já está no seio do lar ao lado de sua família. A história de Dona Jacira Monteiro é apenas mais uma de tantas outras que revelam que o compromisso com a saúde pública é prioridade na gestão municipal.

/**/

Fevereiro cultural no Uruguai: 7 eventos para o turista não perder

O verão uruguaio está só começando, o país terá programação intensa até o final da estação. Nessa época, grande parte dos estados promovem shows, festivais gastronômicos e muito mais. Um dos eventos mais famosos, que tem a participação de toda a população é o carnaval, considerado o mais longo do mundo, por seus aproximados 50 dias de celebração, possui importância pela tradição e reconhecimento a cultura do Uruguai. No dia 7 e 8 de fevereiro, acontecem os extraordinários desfiles de chamadas, ou “Desfile de Llamada”, em Montevidéu. O evento traz a avenida 18 de Julio, a principal da capital, mais de 2500 pessoas tocando em uníssono os tambores do Candombe, o que forma a maior bateria do planeta.

Ainda no ritmo de carnaval o “Desfile de Llamada del Interior” acontece em Durazno. O evento que alegra o interior uruguaio num sábado, 16 de fevereiro, é um dos mais importantes dessa região. Convocando mais de 30 grupos de comparsas de todos os estados.

Nas cidades de Colônia e Carmelo acontece dia 8, 9 e 10 de fevereiro a Festa Nacional da Uva. Onde ocorrerão exposições, espetáculos de artistas nacionais e internacionais, passeio de compras e comida, parque de diversões e diversas brincadeiras para as crianças. A festa tem um perfil bem familiar, portanto é considerada para todas as idades e gosto.

Ainda em Carmelo, no dia 16 de fevereiro acontece o Uva & Vino Point, o evento que corre as cinco regiões do país definidas pelo Ministério do Turismo: Centro Sul, o corredor dos Pássaros Pintados, a região Norte, a região Leste e a Região Metropolitana, traz à pequena Toscana latino-americana diversas atividades para toda a família com entrada livre e gratuita. O intuito é promover junto a população e visitantes a cultura do vinho e gastronomia, por meio da geração de atividades de valor para todos: como Foodtrucks, jogos infantis, degustação de vinhos, feira com produtos locais e shows artísticos. A degustação de vinhos é regulada para maiores de 18 anos convidados a apreciá-los com moderação.

Quem estiver por Rocha nos primeiros dias de fevereiro, 1 e 2 mais precisamente, poderá acompanhar o encontro de artistas de escultura de areia, que ocorrerá na “Playa Bahía Grande” em La Paloma. O 6º “Castillos en la Arena” é uma confraternização entre os artistas de toda América Latina desenvolvedores desse tipo de obra. Organizado pelo Gerenciamento de Destinos de Rocha o acontecimento traz ao turista a oportunidade de ver ao vivo como são as construções das magnificas esculturas feitas com areia.

Voltando a Montevidéu, no dia 2 de fevereiro acontece no parque Rodó, exatamente em “Playa Ramirez” a festa de celebração a Iemanjá. É um ritual onde tradições de origem afro-brasileira se misturam e chamam a atenção do público local. Na celebração é prestada homenagem à Deusa do mar através de oferendas lançadas ao Rio da Prata em baruinhos de madeira.

E terminando o mês, dia 23, na cidade Villa Soriano, no estado de Soriano – que concentra grande parte da beleza natural do país, acontece o “Festival Grito de Asencio”. O estado celebra todo mês de fevereiro a sua importante participação na luta pela independência através de uma marcha a cavalo, percorrendo as principais cidades que testemunham a história, onde se desenvolveu o chamado “Grito de Asencio”. Este evento tradicionalista que chama a atenção em toda a região é organizado pela União de Instituições Tradicionalistas de Soriano, com apoio da Intendência de Soriano.

São muitos os eventos que ocorrem no vizinho durante o período de verão. Caso o visitante estiver por lá pode conferir outras dicas no site www.turismo.gub.uy.