Ministério da Saúde apoia campanha de prevenção à aids da CNBB

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio da Pastoral da Aids, lançou nesta terça-feira (29), em parceria com o Ministério da Saúde, a campanha “Nós Podemos Construir um Futuro sem Aids” que incentiva o diagnóstico precoce e o tratamento do HIV/aids.  A ação tem como objetivo disseminar informações sobre a doença, as formas de prevenção e tratamento na comunidade católica, aproveitando a ocasião do Dia Mundial de Luta contra a Aids, celebrado no dia 1º de dezembro.

A campanha contará com o apoio de 11 mil paróquias em todo o país. Protagonizada pela cantora Fafá de Belém, que participou de forma voluntária na produção, a campanha é composta por filme para televisão, mini doc e depoimentos que falam de prevenção, tratamento, estigma e preconceito, além das peças gráficas; cartaz e folder. Os materiais, produzidos pelo Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, HIV/Aids e Hepatites virais do Ministério da Saúde, serão divulgados em vídeo, rádio, internet e nas celebrações católicas. “São 11 mil paróquias e milhares de voluntários motivando a testagem, dando acolhimento aos que tiverem teste positivo. É importante ressaltar que o tratamento é gratuito no SUS e que as pessoas devem iniciar esse tratamento o mais rápido possível para conviver melhor com o vírus”, afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros, ao participar do lançamento da Campanha.

A testagem e o tratamento para HIV são ofertados, gratuitamente, no Sistema Único de Saúde (SUS). A ação da Igreja Católica reforçará a importância de conhecer o diagnóstico do HIV precocemente, o que aumenta a qualidade de vida do soropositivo. “Insistimos na importância da proteção e da testagem, já que infelizmente ainda existe uma parcela da população que não sabe que porta o vírus. Nós esperamos que, com essa ajuda da pastoral da Aids, possamos ampliar o número de testes realizados no país”, ressaltou Ricardo Barros.

Uma das metas estabelecidas pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS) é ter 90% das pessoas testadas até 2020. A meta 90-90-90 também tem como objetivo ter 90% da população soropositiva tratada e 90% com carga viral indetectável neste período.

CASOS DE AIDS – A epidemia da doença no Brasil está estabilizada, com taxa de detecção em torno de 19,7 casos a cada 100 mil habitantes, o que representa cerca de 40 mil casos novos ao ano. Desde o início da epidemia de Aids no Brasil – em 1980 –, até junho de 2015, foram registrados no país 798.366 casos. A epidemia tem se concentrado, principalmente, entre populações vulneráveis e os mais jovens. Em 2004, a taxa de detecção entre jovens – de 15 a 24 anos – era de 9,5 casos a cada 100 mil habitantes, o que equivale a cerca de 3,4 mil casos. Já em 2014, esse número foi de 4,6 mil casos, representando um taxa de detecção de 13,4 casos por 100 mil habitantes, um aumento de 41% na taxa de detecção nessa população.

Ainda nesta semana, o Ministério da Saúde lançará o novo boletim epidemiológico, com dados nacionais de 2015.

Destra e Seripa II orientam profissionais de aviação sobre prevenção de acidentes

Cerca de 90 profissionais ligados à aviação participaram no último sábado (27) da Jornada Itinerante de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos no Aeroporto Oscar Laranjeira. A reunião foi realizada pelo Segundo Serviço Regional de Prevenção e Investigação de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA II) em parceria com a Destra, que reuniu defesa civil, bombeiros, pilotos, administração do aeroporto, entre outros.

“O objetivo da Jornada Itinerante é debater as causas dos acidentes e as ações de prevenção que precisam ser desempenhadas. Esse encontro é muito importante para o aperfeiçoamento teórico e técnico dos profissionais do segmento”, destaca Keldari Quintino, comandante da Guarda Municipal e coordenador da Defesa Civil.

HMV dá posse à nova Comissão Interna de Prevenção de Acidentes‏

Nova Cipa

A direção do Hospital Mestre Vitalino (HMV) deu posse, nesta última quinta-feira (02), à nova Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). O objetivo é que ela atue na prevenção de eventuais acidentes que podem ocorrer na unidade com seus colaboradores, pacientes ou acompanhantes. A Comissão é composta por 22 funcionários, sendo que 11 foram eleitos pelo quadro total de colaboradores do HMV. Os demais foram indicados pela direção do HMV.

A Comissão passou por um treinamento de duas semanas, compreendendo 20h de atividades teóricas e práticas que abordaram o tema segurança. Os integrantes tiveram treinamento como brigada de incêndio, aulas de primeiros socorros e segurança do trabalho.

Para a Presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, Renilde Melo, essa comissão visa observar e relatar de forma mais qualificada as condições de risco nos ambientes de trabalho a fim de reduzir ou até eliminar riscos existentes.

7ª Campanha de Prevenção das Doenças da Mama segue com atividades

A população do Agreste de Pernambuco está tendo a oportunidade de participar de mais uma campanha de prevenção do câncer de mama. A Câmara Setorial da Saúde da Acic e o Centro de Diagnóstico Manoel Florêncio estão realizando, entre os dias 4 e 9 de outubro, das 10h às 18h, atendimento ao público no Shopping Difusora. São realizados, diariamente, de 800 a 1.000 atendimentos gratuitos.

A Campanha tem o objetivo de oferecer os procedimentos necessários para a prevenção das doenças da mama, desde o diagnóstico até o tratamento final. No local do evento são feitos autoexames e ultrassonografias mamárias. Em seguida, se necessário, as pacientes são encaminhadas para a Clínica Manoel Florêncio, onde irão fazer a mamografia. Depois disso, se diagnosticadas com câncer, seguem para a Secretaria de Saúde de Caruaru, onde serão feitos todos os exames de sangue pré-operatório, ou seja, as pacientes serão preparadas em, no máximo, 15 dias para a cirurgia. Caso não tenha vaga no Hospital Regional do Agreste, elas serão operadas no Hospital Barão de Lucena, no Hospital Oswaldo Cruz, ou no Hospital do Câncer, em Recife.

Entre os 100 profissionais envolvidos, estão os estudantes de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e da Faculdade de Ciências Médicas (FCM), de Enfermagem do Centro Universitário do Vale do Ipojuca (Unifavip DeVry) e da Associação Caruaruense de Ensino Superior (Asces), e enfermeiras treinadas pela Secretaria de Saúde de Caruaru. Além disso, os exames de ultrassonografia mamária são realizados pelos médicos do Centro de Diagnóstico Manoel Florêncio

“A Campanha está superando as expectativas. As mulheres estão cada dia mais atentas. Desde que começamos, que estamos notando esse interesse. É exatamente esse o nosso objetivo: atender aquelas que não têm acesso ao sistema público ou privado de saúde. Esse é um momento importante para a saúde das mulheres caruaruenses. Estamos fazendo uma triagem pela manhã e distribuindo fichas. Entre as 1.500 mulheres que já foram atendidas, foram diagnosticados quatro casos de suspeita de câncer de mama. Vamos ajudá-las nesse tratamento, nosso objetivo é salvá-las”, declara Dr. Manoel Florêncio.

Além de todo o apoio oferecido pelo Movimento, a população precisa ajudar na luta contra o câncer de mama. “Tem muita gente que não tem condições de fazer os exames, nem tem coragem, mas um evento como esse nos dá coragem. Eu não ia fazer nem tão cedo, a Campanha me deu estímulo e me ajudou na prevenção. Fiz o autoexame e fui encaminhada para a ultrassonografia mamária. Graças a Deus não fui diagnosticada com nada. Só tenho a agradecer pela oportunidade. Estou muito emocionada com a preocupação que eles estão tendo com a saúde da população”, disse a cidadã Joseane Silva, 48 anos.

Campanha de Prevenção do Câncer de Mama chega à sétima edição

unnamed

O câncer de mama é o mais comum na população feminina e o segundo mais incidente no mundo, responsável por 22% dos novos casos que surgem por ano, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Neste contexto preocupante, a Câmara Setorial da Saúde da Acic e o Centro de Diagnóstico Manoel Florêncio realizam a 7ª Campanha de Prevenção das Doenças da Mama de 1º a três de outubro no Bairro do Salgado, na Praça João Cabeludo, e de quatro a nove de outubro, no Shopping Difusora. No centro de compras, o atendimento ocorre das 10h às 18h.

Entre os serviços oferecidos à comunidade estão orientações sobre o autoexame, que deve ser praticado desde a puberdade, feitas pelos estudantes de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e da Faculdade de Ciências Médicas (FCM), de Enfermagem do Centro Universitário do Vale do Ipojuca (Unifavip DeVry) e da Associação Caruaruense de Ensino Superior (Asces) e por enfermeiras treinadas pela Secretaria de Saúde de Caruaru. Além disso, exames de ultrassonografia mamária serão realizados pelos médicos do Centro de Diagnóstico Manoel Florêncio. Nos casos em que haja necessidade, mamografias também estarão disponíveis. Cerca de 100 profissionais estão envolvidos no evento.

“Precisamos que as pessoas nos auxiliem a divulgar a sétima edição, para que seja possível atender um número bem maior de mulheres. No último evento, seis mil foram atendidas. Este ano, nós queremos ultrapassar esse quantitativo, orientando e prestando os serviços gratuitamente. Divulguem, participem e tragam mais pessoas, principalmente, aquelas que não têm acesso ao sistema público ou privado de saúde. A nossa expectativa é examinar mil pacientes por dia”, disse Dr. Manoel Florêncio. Em seis edições, em média, 25 mil mulheres já foram atendidas.

A campanha acontece no mesmo mês em que vários lugares do mundo vivenciam o Outubro Rosa. O Movimento estimula a população, empresas e entidades a participarem da luta contra o câncer de mama e conscientiza sobre a importância da prevenção.

Arcoverde sedia I Fórum Itinerante para Prevenção dos Acidentes de Moto no Estado

O Comitê Estadual de Prevenção aos Acidentes de Moto (Cepam -PE) vai promover, nesta sexta-feira (28), em Arcoverde, o I Fórum Itinerante de Mobilização para Prevenção dos Acidentes de Moto. O evento é mais uma iniciativa entre o Cepam – PE e Projeto Salvando Vidas, realizado em parceria com Projeto Moto Amiga (Honda), a Assembleia Legislativa do Estado e o Sindicato dos Corretores de Seguros (Sincor-PE), e tem como objetivo apresentar ações para diminuir acidentes e salvar vidas no trânsito. O fórum acontece a partir das 8h, no auditório da AESA/CESA (Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde), localizada na Avenida Gumercindo Cavalvante, n° 420, Bairro São Cristóvão.

O evento será dirigido pelo coordenador executivo do Cepam-PE, médico João Veiga, e na programação serão discutidas e apresentadas as ações realizadas por todos os órgãos envolvidos na mobilização para prevenção de acidentes com motocicletas. Todos devem chamar a atenção para os altos índices de acidentes de moto e os onerosos custos desembolsados pelos governos na recuperação dos pacientes.

“O País gasta R$ 40 bilhões com acidentes de trânsito, por ano. Em Pernambuco, se gastou R$ 1,3 bilhão, em 2014, durante os serviços de pré-atendimento (Samu), internamento hospitalar e pós-tratamento”, informa João Veiga. “Existe uma preocupação do Governo do Estado. E a diferença para mudar o quadro atual deve ser feita com fiscalização”, acrescenta Veiga.

O coordenador-executivo da Lei Seca, tenente-coronel André Cavalcanti, deve apresentar e analisar um balanço do trabalho de três anos e oito meses das operações, expondo os números referentes à quantidade de veículos abordados, entre outros dados. “Também vamos tratar sobre a mudança de hábito e cultura, que foi absorvido pela população. Desde o início da operação até maio de 2015, foram abordados quase 1,2 milhão de motoristas, número bastante significativo para que haja uma maior redução de acidentes”, dispõe André Cavalcanti

Fórum para prevenção dos acidentes será realizado

unnamed

O Comitê Estadual de Prevenção aos Acidentes de Moto (CEPAM-PE) vai promover, neste dia 31, o I Fórum Itinerante de Mobilização para Prevenção dos Acidentes de Moto, em Petrolina, Sertão de Pernambuco. O evento é mais uma iniciativa entre o CEPAM-PE e Projeto Salvando Vidas, realizado em parceria com Projeto Moto Amiga (Honda), a Assembleia Legislativa do Estado e o Sindicato dos Corretores de Seguros (Sincor-PE), e tem como objetivo apresentar ações para diminuir acidentes e salvar vidas no trânsito. O Fórum acontece a partir das 8h, na sede da VIII Geres, Rua Fernando Góes, S/N, Centro. De acordo com dados da SES, em Pernambuco, entre os meses de janeiro e abril deste ano, foram registradas 255 mortes causadas por acidentes com motocicletas.

O evento também vai contar com a presença do Secretário de Saúde do Estado, José Iran Costa Júnior, do coordenador executivo do Cepam-PE, João Veiga, do representante do projeto Moto Amiga, além do coordenador-executivo da Operação Lei Seca, tenente coronel André Cavalcanti. Todavia, o representante da VIII Geres fará uma apresentação das ações de prevenção do Comitê Regional. Todos devem chamar a atenção para os altos índices de acidentes de moto e os onerosos custos desembolsados pelos governos na recuperação dos pacientes.

Durante o Fórum serão discutidas e apresentadas as ações realizadas por todos os órgãos envolvidos na mobilização para prevenção de acidentes com motocicletas. “O País gasta R$ 40 bilhões com acidentes de trânsito, por ano. Em Pernambuco se gastou R$ 1,3 bilhão, em 2014, durante os serviços de pré-atendimento (Samu), internamento hospitalar e pós-tratamento”, informa o médico e coordenador executivo do CEPAM, João Veiga. “Existe uma preocupação do Governo do Estado. E a diferença para mudar o quadro atual deve ser feita com fiscalização”, condiciona Veiga.

Semana de Prevenção às Drogas segue com ações

Segue até o dia 26 de junho em cidades da Região Metropolitana do Recife, Zonas da Mata Norte Sul, Agreste e Sertão, por meio da Rede Socioassistencial e do Sistema de Garantia de Direitos, a I Semana Estadual de Prevenção às Drogas, com o tema “Prevenção ao uso de Drogas e Políticas de Intervenção”. As ações realizadas têm apoio da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ).

O evento, que iniciou no último dia 15, tem por objetivo a realização de ações sistêmicas de prevenção ao uso de drogas no âmbito das Políticas de Assistência Social, Saúde, Educação, Direitos Humanos, Segurança Pública, Juventudes, Esporte e Cultura, dentre outras políticas públicas setoriais e existentes e o Sistema de Garantia de Direitos.

A programação conta com palestras, adesivaço, panfletagem, rodas de conversas com estudantes, seminários, entrevistas em programas de rádio, reuniões intersetoriais, fóruns, atividades culturais, peças de teatro e oficinas de artesanatos.

Nesta sexta-feira (19), em Palmares (Mata Sul), será realizado o Seminário Drogas: como prevenir?, das 9 às 12h, no Cine Teatro Apolo, com a presença de representantes da Secretária Executiva de Políticas sobre Drogas de Pernambuco (SEPD), Conselho de Políticas sobre Drogas (Cepad) e CREAS Regional da Mata Sul e outros profissionais das redes Socioassistencial, de Saúde, da Educação e do Sistema de Garantia de Direitos de Palmares.

Em Caruaru (Agreste Central), o Programa Atitude, através das equipes do Atitude nas Ruas, realizará ação de abordagem social de rua, oficina e vídeo debate, na Praça do Centenário, a partir das 9h, na perspectiva de trabalhar a prevenção levando informações de cuidado a população transeunte.

As atividades serão contínuas e irão envolver a população em geral, além de alunos da rede pública de ensino, profissionais das redes socioassistencial, saúde, educação e do Sistema de Garantia de Direitos, usuários atendidos por programas de combate as drogas e população carcerária.

 

HMV dá posse à primeira Comissão Interna de Prevenção de Acidentes

A direção do Hospital Mestre Vitalino (HMV) deu posse, nesta última quarta-feira (10), à primeira Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). O objetivo é que ela atue na prevenção de eventuais acidentes que podem ocorrer na unidade com seus colaboradores, pacientes ou acompanhantes. A Comissão é composta por 22 funcionários, sendo que 11 foram eleitos pelo quadro total de colaboradores do HMV. Os demais foram indicados pela direção do HMV.

A Comissão passou por um treinamento de duas semanas, compreendendo 20h de atividades teóricas e práticas que abordaram o tema segurança. Os integrantes tiveram treinamento como brigada de incêndio, aulas de primeiros socorros e segurança do trabalho.

Para o Presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, Leandro Andrade Rosa, a implantação desses trabalhos visa observar e relatar de forma mais qualificada as condições de risco nos ambientes de trabalho a fim de reduzir ou até eliminar riscos existentes. “É uma ação inédita dentre as unidades de saúde do interior do Estado. Acreditamos no pioneirismo e que sejamos exemplo para outras instituições de saúde.”, destacou.

Everaldo Cabral propõe atualização da Lei de Prevenção e Proteção contra Incêndios

O deputado estadual Everaldo Cabral (PP) apresentou uma proposição para atualização da Lei nº 15.232/2014, também de sua autoria, que dispõe sobre normas de prevenção e proteção contra incêndios.

O Projeto de Lei nº 213/2015 foi motivado após a notícia de que no Rio de Janeiro, o fotógrafo João Pedro Januário havia sido gravemente atingido por um canhão de papel picado e acabou perdendo a visão do olho esquerdo no acidente. O caso ganhou notoriedade na imprensa pelo fato do jovem ser genro da apresentadora Regina Casé. Na mesma semana outro acidente foi registrado em São Paulo.

De acordo com a proposição apresentada, “os artefatos de efeito visual como canhões de papéis picados e assemelhados, deverão ser operados por pessoas treinadas para o equipamento, não direcionando, sob nenhuma hipótese, esses artefatos ao público, e que estejam instalados ou posicionados em área que não ofereça nenhum risco aos espectadores e ainda as pessoas – direta e indiretamente – envolvidas com a realização do evento”.

“Precisamos garantir a segurança de quem opera o equipamento e das pessoas que participam do evento, estejam elas também trabalhando ou apenas se divertindo. Não se há notícia de que caso semelhante tenha acontecido em Pernambuco, mas como diz o ditado popular: ‘é melhor prevenir do que remediar. Diante disso estamos atualizando a legislação para evitar que algo desse tipo aconteça em nosso Estado”, justifica Everaldo Cabral.

Outros pontos do projeto preveem que os eventos devem possuir equipes de emergência treinadas para operar e manter os equipamentos de segurança e executar o plano de fuga, conforme a Legislação Federal vigente. Eventos com capacidade para até 300 pessoas deverão contar obrigatoriamente com a presença mínima de dois Bombeiros Civis, acrescendo mais um profissional a cada 200 pessoas. Para o exercício da função esses profissionais devem possuir a carteira de identificação expedida pelo Sindicato dos Bombeiros Civis de Pernambuco.

/**/